RS RSS Destaques Geral

46 municípios gaúchos já registraram problemas em decorrência das fortes chuvas

Equipes realizam vistorias e auxiliam população atingida - Foto: Divulgação/Defesa Civil
Equipes realizam vistorias e auxiliam população atingida (Foto: Divulgação/Defesa Civil)

Com a continuidade do evento hidrometeorológico, os rios continuam subindo e mais famílias estão precisando deixar suas casas. Ao todo, dos 46 municípios que registraram algum tipo de dano em decorrência de chuvas intensas, granizo ou vendaval, 12 já realocaram famílias para outras residências ou abrigos.

São eles: Novo Hamburgo, Pantano Grande, Montenegro e Parobé, na Região Metropolitana, Cachoeira do Sul, na Região Central, Alegrete, da Fronteira Oeste, Frederico Westphalen, da Região Norte, Taquari e Lajeado do Vale do Taquari, e São Sebastião do Caí, Nova Petrópolis e Picada Café, da Serra. Sendo que a situação mais grave é verificada em Pantano Grande, São Sebastião do Caí e Novo Hamburgo.

Os levantamentos são feitos pelos coordenadores regionais de Defesa Civil, que estão distribuídos em 9 equipes pelo Estado, auxiliando os municípios mais atingidos, vistoriando áreas de risco, monitorando o os níveis dos rios e já elaborando laudos e calculando índices para possíveis decretos de Situação de Emergência.

Municípios atingidos

Residências

atingidas

Famílias desalojadas

Famílias desabrigadas

46

1332

259

124

Alerta de inundações

Conforme boletim emitido pela Sala de Situação na terça-feira (18), a persistência da chuva nos próximos dois dias vai gerar altos acumulados e agrava a situação da elevação dos rios, com provável registro de inundação gradual. O aviso é válido até o próximo sábado (21).

Estão previstos volumes acumulados de até 120 milímetros até a quinta-feira (20). As regiões de maior risco são: Oeste, Campanha, Noroeste, Vale do Caí, Vale do Taquari, Vale dos Sinos, Região Metropolitana e alguns pontos no Norte do estado. As bacias hidrográficas com maior risco são: Alto Jacuí, Taquari- Antas, Caí, Sinos e Pardo, Butuí-Icamaquã, Ibicuí e Quaraí.

Uma vez que a previsão é de que as chuvas sigam intensas até quarta feira, a onda de cheia deve afetar as bacias citadas até pelo menos sábado, justificando o estado de ALERTA para as regiões destacadas. Em avisos e alertas, neste link segue o monitoramento dos pontos em alerta e atenção para as bacias do Taquari-Antas e Caí. Nos rodapés das figuras está o resumo das condições registradas e tendências para os pontos monitorados.

Nível dos Rios

ACOMPANHAMENTO DOS RIOS – Principais Rios

Nível Normal

Nível Alerta

12h00

17h00

Rio dos Sinos – São Leopoldo

4.00 m

5.00 m

4.20 m

4.20 m

Rio Gravataí – Gravataí

2.68 m

3.48 m

2.64 m

2.64 m

Rio Gravataí – Alvorada

3.00 m

4.50 m

2.72 m

2.72 m

Rio Jacui – Dona Francisca

3.17 m

9.32 m

3.40 m

3.80 m

Rio Uruguai – Uruguaiana

5.00 m

8.00 m

5.24 m

5.37 m

Rio Guaíba – Porto Alegre (Ilha da Pintada)

0.80 m

1.80 m

0.71 m

0.80 m

Rio Guaíba – Porto Alegre (Caís Mauá)

0.80 m

2.10 m

1.21 m

1.30 m

Rio Cai – São Sebastião do Cai

5.00 m

7.00 m

14.59 m

14.53 m

Rio Cai – Montenegro

3.00 m

6.00 m

7.72 m

8.34 m

Rio Taquari – Estrela

12.00 m

17,00 m

19.37m

20.42m

Texto: Ascom Defesa Civil RS