Encantado Destaques Polícia

Ação da segurança alimentar inutiliza mais de seis toneladas de produtos em Encantado

42835_640_480__encantado2
Foram encontrados produtos impróprios para o consumo, sem procedência, fracionados irregularmente, com rótulo em desacordo com as normas e com armazenamento inadequado (Foto: Divulgação MP)

Mais de seis toneladas de alimentos foram apreendidos na quarta-feira (19), durante ação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar em Encantado. Nos estabelecimentos comerciais inspecionados foram encontrados muitos produtos impróprios para o consumo, sem procedência, fracionados irregularmente, com rótulo em desacordo com as normas e com armazenamento inadequado.

Passaram pela vistoria Mercado Bergamaschi, Mercado Potrich, Bar e Armazém Varandão, Mercado Bratti, Mercado Conte, Supermercado AGF, Fruteira do Vale, Mercado Dia e Dália Supermercados. Entre as mercadorias apreendidas nos locais estão carnes, embutidos, produtos lácteos, margarinas, massas, bebidas, vinagre, pães, bolos e doces. No Bar e Armazém Varandão foram inutilizados vinho, vinagre e cachaça adulterados e sem indicação de procedência. O proprietário do local foi preso por porte de arma com numeração raspada.

No Mercado Bergamaschi, 500 kg de mercadorias foram apreendidas, muitas fracionadas irregularmente e sem procedência. Já no Mercado Potrich, foram 850 kg de mercadorias. A padaria do estabelecimento foi interditada pelos agentes para limpeza e organização. Já nos Mercado Bratti, 259 kg mercadorias foram recolhidas, e Mercado Conte, carnes e embutidos mal acondicionados, sem procedência e diversos produtos vencidos. No Mercado Dia houve a menor apreensão, 5 kg de produtos. No Dália Supermercados, mais de uma tonelada foi inutilizada e muitos produtos estavam vencidos e impróprios para o consumo.

Participaram da ação o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Segurança Alimentar – (Gaeco), Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, o promotor de Justiça de Encantado André Eduardo Schröder Prediger, representantes das Secretarias Estadual da Agricultura e da Saúde, além de agentes das Vigilâncias Sanitárias Municipal e Estadual e da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon).

Texto: Assessoria de Comunicação MP RS

Depois da publicação da notícia no site do Ministério Público do RS, na noite da quarta-feira (19), a assessoria de comunicação do MP realizou algumas alterações.

Primeira alteração realizada na manhã da quinta-feira (20): inclusão do Supermercado AGF na relação dos locais visitados.

Segunda alteração realizada na manhã da sexta-feira (21): no site do MP foi alterada a quantidade de toneladas apreendidas e a quantidade de toneladas por Supermercado.