Saúde RSS Imigrante

Ações de conscientização marcam o dia de combate ao mosquito em Imigrante

dia_combate_mosquito_imigrante-foto_luise_tombiniDois de dezembro foi o dia nacional de combate ao mosquito e em todo o país foram realizadas ações sobre o tema. Em Imigrante, a Agente de Combate às Endemias e Agentes Comunitárias de Saúde realizaram a distribuição de materiais para a orientação da população sobre o mosquito Aedes Aegypti.

Larvas do mosquito foram encontradas em Imigrante, por isso, é extremamente importante que cada munícipe faça sua parte, evitando os possíveis locais onde os mosquitos possam se proliferar, tanto nas residências quanto em terrenos baldios.

Confira algumas dicas para evitar a proliferação de mosquitos:
*No caso de vasos de flores ou plantas, manter o prato que fica sob os vasos sempre seco, podendo utilizar para isso areia;
*A água das jarras de flores deve ser trocada duas vezes por semana e a jarra bem lavada para eliminar os ovos de Aedes aegypti que possam estar aderidos às paredes;
*O cultivo de plantas em vasos com água deve ser evitado, se possível enchendo o vaso com terra ou areia;
*Toda a vasilha de lata deve ser furada antes de ser descartada, para que não acumule água, sendo colocadas em lixeiras tampadas;
*Todos os objetos que podem acumular água de chuva (copinhos plásticos, tampas de refrigerantes, cascas de coco) devem ser esvaziados e, se inservíveis, acondicionados em lixeira;
*Garrafas vazias devem permanecer de cabeça para baixo em locais cobertos;
*Os bebedouros de aves e animais devem ter sua água trocada pelo menos uma vez por semana, após serem lavados com escova;
*Os pneus velhos devem ser furados para escoar a água da chuva e, se possível, guardados em local coberto. Se inservíveis, o melhor destino é a logística reversa, entrega-los aos revendedores que darão o destino correto para eles.
*Os poços, tambores e outros depósitos de água devem estar sempre tampados;
*As caixas d’água e cisternas devem ser mantidas limpas;
*O lixo não deve ser jogado em terrenos baldios;
*Cuidado especial a lonas/plásticos pretos depositados sobre entulhos, pois servem de criadouros ao criarem “bolsas de água”;
*Deve-se manter o lixo tampado;
*Manter o mesmo cuidado em cemitérios, que se tornam um local propício para a criação dos mosquitos, recomenda-se furar os vasos, para evitar o acúmulo de água nos mesmos;
*Colocar água sanitária em flores, como as bromélias, que armazenam água. – É fundamental que terrenos baldios sejam mantidos limpos e roçados, para que não sejam possíveis criadouros dos mosquitos.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Imigrante