Destaques Eventos Ilópolis RSS

Ações para desenvolver o turismo regional são debatidas na Amvat

Presidente da Amturvales, Fontana apresentou o Diagnóstico Regional de Turismo (Foto: Paulo Ricardo Schneider)
Presidente da Amturvales, Fontana apresentou o Diagnóstico Regional de Turismo (Foto: Paulo Ricardo Schneider)

Ações para desenvolver o turismo regional foram o foco dos debates na assembleia geral da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), realizada no último dia 17, na Câmara de Vereadores de Ilópolis. O encontro, dirigido pelo presidente da entidade, prefeito de Estrela Carlos Rafael Mallmann, contou com a participação do presidente da Amturvales, Rafael Fontana. Ele apresentou aos prefeitos o Diagnóstico Regional de Turismo. Durante cinco meses, totalizando em 693 horas de trabalho, os profissionais da entidade realizaram uma radiografia dos principais aspectos envolvendo o setor, como os pontos turísticos, gastronomia, hospedagem e outros.

“Fizemos o diagnóstico e sabemos o que tem que ser feito nos municípios. O que temos que fazer, agora, é um pacto e estamos todos juntos, com a Amturvales, para trabalhar. Não podemos deixar esta área econômica de lado”, enfatizou. Segundo Fontana, o artesanato é o produto mais procurado pelos turistas que vêm para a região. Na área gastronômica – na qual 283 estabelecimentos têm condições de receber visitantes – é preciso diversificar. “Nossa alimentação é muito boa, mas nossos restaurantes servem, quase todos, os mesmos pratos”, observou. Já em relação aos atrativos, dos 396 catalogados, 177 estão em condições de receber turistas. Projetos como o de caminhadas estão nos planos da associação, que a partir do diagnóstico seguirá o trabalho de avaliação e monitoramento dos impactos econômicos na região. “Este é o papel da Amturvales”.

Divulgação
Ainda na área do turismo foi apresentado e aprovado pelos prefeitos projeto para ampliar a divulgação dos municípios por meio de vídeos e fotos. Por meio da Amvat serão produzidos vídeos institucionais dos 38 municípios filiados, assim como fotos atualizadas para que as prefeituras possam divulgar as cidades, que serão disponibilizados para cada uma a fim de divulgação.

Prefeito Edmar Pedro Rovadoschi , de Ilópolis, recebeu os colegas para a assembleia da Amvat (Foto: Paulo Ricardo Schneider)
Prefeito Edmar Pedro Rovadoschi , de Ilópolis, recebeu os colegas para a assembleia da Amvat (Foto: Paulo Ricardo Schneider)

O plenário aprovou também moção de apoio a pleito apresentado pelo prefeito de Arroio do Meio, Klaus Schnack. Ele solicita que a Secretaria Estadual da Saúde adote uma nova sistemática para atendimento dos pacientes em tratamento oncológico e cardiológico (alta complexidade) no Hospital Bruno Born, de Lajeado, que é referência no Vale. Conforme Klaus, os municípios precisam disponibilizar AIHs destinadas ao atendimento regular de sua população para estas especialidades, o que reduz a demanda para outros casos. O pedido é de que o HBB seja contemplado com numeração especial de AIHs para estes pacientes, como estaria ocorrendo em outras instituições.

Eleição
Na ocasião foi marcada, para o dia 7 de dezembro, a assembleia para eleição da nova diretoria da Amvat, gestão 2018. A reunião será pela manhã, em Estrela, inicialmente com palestra do advogado Gladimir Chiele, que dará orientações para o encerramento do exercício. Conforme acordo existente na associação, o próximo presidente deve ser indicado pelo Partido Progressista, que depois definirá a composição da chapa. Hoje o PP comanda oito prefeituras na região: Imigrante, Poço das Antas, Fazenda Vilanova, Lajeado, Colinas, Forquetinha, Putinga e Vespasiano Corrêa.

Texto: Ascom Amvat