Saúde RSS Cruzeiro do Sul

Adequações no CRAS devem garantir retorno de verba federal

Salas estão sendo reformadas (Foto: Marcio Steiner)
Salas estão sendo reformadas (Foto: Marcio Steiner)

Desde o final de junho o município está implantando salas com isolamento acústico para as atividades do Centro de Referência da Assistência Social (Cras). Conforme a assistente social, Vivian Inês Frey, essa é uma exigência do Governo Federal. Ela explica de desde abril de 2015 o município está com recurso bloqueado da União, que vem por meio do PAIF – Proteção e Atendimento Integral à Família. “São R$ 6 mil mensais que deixam de entrar para o Cras. Esse valor é voltado para municípios com até 20 mil habitantes. Mas como possuímos salas compartilhadas entre a Secretaria de Habitação e Assistência Social e o Cras, o recurso foi bloqueado até as adequações”, frisa.

Diante disso, está sendo realizada a obra para o funcionamento em diferentes ambientes, assim como adequações no que diz respeito ao maior sigilo frente aos atendimentos. Para isso, estão sendo implantadas salas com isolamento acústico. “São quatro salas que comportarão o atendimento da psicóloga, assistente social, cadastro único e coordenação. Somados, são em torno de 150 atendimentos por mês”, revela a profissional.

Até que a obra esteja concluída, os atendimentos seguem sendo realizados como antes. “O valor de R$ 6 mil/mês pode parecer pouco, mas somando durante o ano, é significativo. Acreditamos que após as adequações, voltaremos a receber. Quanto a obra, o investimento é todo do município”, conclui.

Texto: Ascom Cruzeiro do Sul