Teutônia Geral

Agroindústria teutoniense participará da Expotchê, em Brasília

Agroindústria representará Teutônia na Expotchê

Agroindústria de embutidos Kolonie Haus, de Linha São Jacó, está entre os 16 empreendimentos do Estado selecionados pela Fetag/RS para participar da feira. A Expotchê é considerada a maior feira gaúcha fora do Rio Grande do Sul

Teutônia terá representante na 27ª Expotchê, em Brasília, entre os dias 7 e 16 de junho. A agroindústria de embutidos Kolonie Haus, de Linha São Jacó, foi uma das 16 agroindústrias gaúchas selecionadas pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag) do Rio Grande do Sul para participar do evento. A Expotchê é considerada a maior feira gaúcha fora do Rio Grande do Sul.

A agroindústria recebe incentivos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Teutônia, sendo uma das primeiras beneficiadas com a regulamentação do Serviço Municipal de Inspeção, em 2017. Desde março de 2019, recebeu a habilitação para utilizar em seus produtos o selo do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-RS), oportunizando a comercialização de seus embutidos em todo o Rio Grande do Sul.

A Kolonie Haus comercializa os seus produtos em mercados de Teutônia, Venâncio Aires, Serra Gaúcha e demais municípios do Vale do Taquari. Além disso, fornece produtos para a merenda escolar de Teutônia, participa das feiras do produtor rural de Teutônia e tem sido uma das marcas destaques nos pavilhões da Agroindústria Familiar da Expointer, Expodireto, Expoagro Afubra, Expovale, entre outras feiras.

O destaque mais recente veio da Expodireto, em Não-Me-Toque, em março. Durante um concurso de degustação de produtos realizado pela Fetag com 30 agroindústrias, o salame produzido pela Kolonie Haus obteve a segunda colocação, com 95% de aceitação do público. A colocação destaque, conforme os proprietários, foi decisiva na escolha da agroindústria para participar da Expotchê.

Segundo Everson Machado Dias, que dirige a agroindústria junto com sua esposa, Michele Wessel, e seu sogro, Valdomir Wessel, a oportunidade dada pela Fetag, em participar da Expotchê, é motivadora. “Ficamos muito felizes quando recebemos o telefonema da Fetag. É um reconhecimento do nosso trabalho, pois não é qualquer um que consegue participar de um evento deste porte. Como temos a preocupação com qualidade dos nossos produtos, saber que fomos selecionados é uma motivação e tanto”, ressalta.

Dias ainda acrescenta que os incentivos dados pela Secretaria de Agricultura são importantes para se investir, cada vez mais, na qualidade dos produtos. “A fiscalização semanal dos veterinários do SIM é muito importante para nós, para garantirmos a qualidade dos nossos produtos. Além disso, teve todo o apoio da Administração Municipal na busca pelo Susaf, o que está abrindo muitas portas para nós”, frisa.

Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Mügge, Teutônia está se tornando referência no que se refere às agroindústrias. “Como muito orgulho tomamos conhecimento de que a Kolonie Haus foi selecionada para participar da Expotchê, pois demonstra a preocupação das nossas agroindústrias em investirem na qualidade dos seus produtos. As agroindústrias são uma alternativa de renda de campo, pois agrega valor ao produto, além de oportunizarem a sucessão nas propriedades”, coloca.

Inclusive, a Kolonie Haus é uma das propriedades em que está havendo a sucessão em Teutônia. Valdomir sempre tinha o sonho de ter a sua agroindústria. Com o apoio de sua filha e seu genro, que trabalhavam na cidade e optaram em retornar à propriedade da família, o sonho se concretizou, sendo registrada em 2 de março de 2015. Dentre os embutidos produzidos atualmente, estão linguiças (mista e suína) defumadas e resfriadas, torresmo normal e temperado, banha, salsichão, salame, lombinho e morcela branca. Na produção, são utilizados o pernil e a paleta.

A 27ª Expotchê ocorre entre os dias 7 e 16 de junho, no Pavilhão Parque da Cidade, em Brasília. O evento é realizado desde 1992 pela Rome Eventos. Atualmente, são cerca de 300 expositores (em sua maioria do Rio Grande do Sul), distribuídos numa área de 27 mil metros quadrados. São estandes destinados a roupas, calçados, couro, malhas, lãs, queijos, salames, vinhos, sucos, chocolates, artesanato, churrasco, chimarrão, muitos deles produzidos por pequenos produtores e integrantes de programas de agricultura familiar. Além disso, o evento oferece uma intensa programação de shows, com apresentações diárias no Palco Principal e grupos musicais e de dança folclórica no Palco Regional.

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa de Teutônia