Encantado RSS Rural - Agricultura Destaques

Alimentos Orgânicos nas Escolas são tema de encontro da Administração Municipal com a Emater

Autoridades se reuniram para tratar do assunto (Foto: Divulgação)
Autoridades se reuniram para tratar do assunto (Foto: Divulgação)

Na manhã da quarta-feira (18), ocorreu uma reunião dos  setores da administração municipal – Prefeito, Vice, Secretários e Nutricionistas – com a Emater para tratar de ações que visam a aplicação efetiva da Lei Municipal 4.221/2016, que torna obrigatória a inclusão de alimentos orgânicos na composição da merenda da rede escolar municipal. A lei estabelece que, ainda nesse primeiro semestre, deverá ser elaborado um plano que regulamente a efetiva implantação dessa norma. A Lei visa incentivar o consumo saudável e a produção ecologicamente sustentável, através da introdução de alimentos orgânicos de origem agropecuária na merenda escolar da rede municipal de ensino.

O Secretário da Fazenda Luciano Moresco, que foi o proponente do projeto enquanto Vereador no ano de 2015, destaca a importância da alimentação orgânica: “A cada dia somos informados dos malefícios que a ingestão de alimentos produzidos coma utilização abusiva de agrotóxicos, constituindo-se num os fatores mais significativos para a ocorrência de muitas doenças, inclusive com estudos comprovando que vários desses agrotóxicos possuem efeitos cancerígenos. O consumo de alimentos saudáveis, evita problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias químicas tóxicas, além de fazer o bem para a saúde das crianças, temos também a valorização do trabalho das famílias no campo, valorizando a produção regional e resgatando a cultura do meio rural. Incentivar a produção de alimentos orgânicos pela agricultura familiar é o que se pode dizer de “unir o útil ao agradável”.

O que é um alimento orgânico?

Imagine comprar no supermercado ou comer em um restaurante no meio da cidade grande, um frango que foi criado em um galinheiro de verdade, sem uso de hormônios, antibióticos e drogas veterinárias, acompanhado de um caldo sem corantes, aromatizantes e emulsificantes, com legumes que foram cultivados sem agrotóxicos nem adubos químicos. Não, não estamos falando da horta no quintal da sua avó no interior, apesar de ser quase a mesma coisa!

Estamos falando dos alimentos orgânicos, que são cultivados da forma mais natural possível, como se estivessem vindo do seu quintal mesmo! A legislação brasileira tem um espaço reservado para a orientação e o estímulo da agricultura orgânica, que, além de trazer menos produtos químicos indesejados para a sua mesa, também garante a produção de alimentos por pequenos agricultores de várias regiões do Brasil! #DaHortaParaAMesa

Texto: Ascom Encantado