Saúde Lajeado

Ambulatório do HBB oferece tratamentos psiquiátricos para todas as idades

Ambulatório HBB

Setor atende adultos e crianças com transtornos diversos – de ansiedade a psiquiatria da infância

Problemas psiquiátricos podem ser tratados no Ambulatório de Psiquiatria do Hospital Bruno Born (HBB), em Lajeado. O setor oferece tratamentos especializados em transtorno de ansiedade, depressão, distúrbios do sono, transtorno de humor bipolar, psicogeriatria, psiquiatria da infância e adolescência com assistência dirigida a crianças, adolescentes e familiares.

Coordenador do ambulatório, o médico Bruno Lo Iacono Borba explica que a busca de um psiquiatra para tratar de problemas ainda é considerada um tabu. “O preconceito e o estigma em consultar profissionais atrasam diagnósticos, agravam sintomas e, em alguns casos, reduzem as chances de sucesso ou levam a tratamentos mais longos. A pessoa com sofrimento psíquico muitas vezes se torna incapaz para a vida social ou para o trabalho e, em casos graves – mas infelizmente recorrentes -, busca o suicídio.”

Segundo o profissional, a avaliação, diagnóstico e intervenções precoces podem permitir que as crianças e adolescentes desenvolvam ao máximo suas potencialidades e assegurem autonomia e adaptação com as dificuldades e limitações. “O tratamento psiquiátrico em qualquer faixa etária visa a redução do sofrimento, dos prejuízos e a melhora da qualidade de vida do paciente e da família.”

Para marcar avaliação ou buscar mais informações, faça contato através do telefone (051) 3714-7590.

Saiba mais:

As avaliações psiquiátricas podem ser úteis em crianças ou adolescentes com:

  • – Alterações do desenvolvimento;
  • – Sinais de autismo (dificuldades na interação, reciprocidade social e emocional; com- prometimento na linguagem e comunicação social; padrão de comportamentos, interesses e atividades restritos e estereotipados);
  • – Alterações de humor e irritabilidade
  • – Hiperatividade
  • – Dificuldade escolar e problemas de aprendizagem
  • – Medos, fobias e ansiedades
  • – Problemas de comportamento e conduta
  • – Isolamento social
  • – Distúrbios alimentares
  • – Desordens do sono
  • – Perturbações do controle esfincteriano
  • – Sintomas somáticos e queixas físicas inexplicáveis
  • – Envolvimento com substâncias psicoativas

Assessoria de Imprensa HBB Lajeado