RSS Destaques Geral Cruzeiro do Sul

Amigos da Casa do Morro cobram melhorias no símbolo do município

Lideranças estiveram reunidas (Foto: Divulgação)
Lideranças estiveram reunidas (Foto: Marcio Steiner)

Na noite do dia 28 de julho, o Grupo Amigos da Casa do Morro, representado por várias pessoas da sociedade, em especial estudantes e professores, esteve reunido com o prefeito de Cruzeiro do Sul, Lairton Hauschild. Também estiveram presentes o presidente da Câmara de Vereadores, Sérgio Luís Backes, a vereadora Anastácia Zart e a secretária da Educação Cultura e Esportes, Anelise Assmann. O encontro ocorreu no gabinete do Poder Executivo.

Na oportunidade, várias questões foram abordadas no tange a Casa do Morro, que é o maior símbolo histórico dos cruzeirenses. Entre as sugestões, a de incluir a mesma em algum roteiro turístico regional, como por exemplo o Delícias da Colônia. Na ocasião, a secretária destacou que estão sendo feitas parcerias com outros municípios da região para movimentar a questão cultural. Além disso, há a intenção de criar um roteiro próprio no município, incluindo a Casa do Morro, a Lagoa Crispin e outros pontos e propriedades ainda desconhecidos e que podem ser explorados.

Contudo, para que tudo saia do papel, e para que se consiga recursos para concretizar os projetos e até mesmo para melhorias na Casa do Morro, é necessário que se crie o Plano Municipal de Cultura, a partir do reativamento de uma Comissão, que já existe, mas que está engavetada há bastante tempo. “Com a formação da comissão e do Plano Municipal, a primeira meta é a Casa do Morro. Mas será preciso elencar metas possíveis e correr atrás de verbas”, frisa Anelise. Após a reforma da Casa, que foi o tema principal, o grupo chegou a conclusão de que é necessário instalar algo no local, que movimento o prédio histórico. Entre as sugestões, foi citada a sede do Poder Legislativo e um espaço para a realização de eventos e atividades voltados a cultura.

Como primeiro passo para o começar melhorar o visual do patrimônio, foi sugerida uma limpeza nos arredores, com o recolhimento de lixo, roçada e capina, para posteriormente pintura e andamento do restante do projeto de reforma, o qual já existe. O presidente da Poder Legislativo informou que vai convocar uma reunião, antecedendo a próxima sessão ordinária, para debater a questão Casa do Morro e pedir o engajamento dos demais vereadores na recuperação do bem. “Além disso, três legisladores estarão participando, em agosto, da Marcha dos Vereadores, em Brasília. Os mesmos poderão estar encaminhado pedidos em prol do nosso patrimônio”, enalteceu. Conforme a cruzeirense Júlia Gregory, recém formada em História e que fez seu Trabalho de Conclusão de Curso sobre a Casa do Morro, conforme estudos, ao passar dos anos sempre foram feitas reformas de fachada no local. Além disso, destacou a importância de um Projeto de Educação Patrimonial. “Os estudantes do município precisam ser estimulados a preservar e se sentirem representados pela Casa do Morro”, pontuou.

Por último, o prefeito destacou a importância de todos estarem com o mesmo objetivo, ou seja, o bem da Casa do Morro. Em seguia anunciou que o município irá garantir uma verba de R$ 50 mil para a reforma do bem, em 2017. Para 2018, novos recursos devem ser destinados. “A partir de estudos, decisão em equipe, e um bom investimento desse dinheiro, acho que conseguimos várias coisas”, disse o empresário Antônio Mallmann, também presente na reunião.

Mutirão
O primeiro passo para iniciar os trabalhos na Casa do Morro, a partir de uma sugestão do prefeito, foi a criação de um mutirão para a limpeza nos arredores do prédio histórico. Além dos presentes na reunião, toda a comunidade interessada é convidada a participar. O mutirão ocorrerá na manhã do sábado, dia 19 de agosto, a partir das 8h. Ao final da reunião, no gabinete, todos saíram satisfeitos com a evolução do tema e com as ideias que surgiram.

Texto: Ascom Cruzeiro do Sul