Educação Mato Leitão

Ano letivo 2021 vai começar em 1º de março

O ano letivo 2021 na rede municipal de Mato Leitão (escolas Vó Olga, Ireno Bohn e Santo Antônio de Pádua) vai começar no próximo dia 1º de março. A definição do calendário ocorreu na última quinta-feira (21) durante reunião dos integrantes do Centro de Operação de Emergência em Saúde para Educação (COE-E).

Com a presença do prefeito Carlos Alberto Bohn e secretária Simone Silberschlag o encontro foi realizado na sede da Câmara de Vereadores. O grupo decidiu que todos os níveis de ensino poderão retornar para a sala de aula. Os alunos que frequentam do nível 1 ao 4 e até então não estavam sendo atendidos, também poderão retornar para as aulas presenciais.

Além disso, os integrantes do COE-E aprovaram a retomada da oferta do tempo integral, que será optativo às famílias, para os estudantes da Educação Infantil e para os anos iniciais (1º ao 5º ano) do Ensino Fundamental. Outra definição é que os estudantes continuarão sendo divididos em dois grupos. Cada um frequentará a escola em uma semana. Entretanto, a terceira semana, na qual nenhuma das duas turmas frequentava a instituição de ensino, foi extinta. A exceção é para os alunos dos níveis 1 e 2 (etapa dos bebês) que, principalmente por causa do período de adaptação, frequentarão a escola permanentemente, sem revezamento entre as semanas. Contudo, a divisão das crianças em grupos será mantida.

No ano passado, Mato Leitão retomou com aulas presenciais de forma escalonada em outubro. O ano letivo 2020 foi encerrado oficialmente na quinta-feira, 21 de janeiro. Até o final do mês seguem as atividades de entrega dos boletins.

 

MÁSCARA

O uso de máscara pelos estudantes será exigido a partir do nível 5 da Educação Infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental. Para os alunos dessa faixa etária, o uso do equipamento de proteção individual será flexibilizado no momento de alimentação, no horário de descanso (para quem frequenta a escola em tempo integral) e para quando os estudantes estiverem nas classes, uma vez que a distribuição delas já respeita as normas de distanciamento. Conforme os protocolos vigentes, os bebês e crianças bem pequenas (níveis 1 ao 4) não precisarão usar a máscara.

 

COE-E

A secretária Simone Silberschlag destaca que todas as decisões do grupo levam em consideração os protocolos de prevenção à Covid-19 vigentes neste momento. Por isso, ela lembra que até o início do ano letivo, em março, alterações poderão acontecer, de acordo com a evolução da pandemia. As atividades pedagógicas não presenciais continuarão sendo ofertadas para os estudantes que não retornarem à escola e durante a semana que a criança e adolescente não estiverem em sala de aula.

 

PESQUISA

A Secretaria de Educação organizará, novamente, uma pesquisa com as famílias para saber o interesse delas em relação ao retorno das atividades presenciais, uma vez que cada uma poderão optar se deseja ou não que o aluno volte para a escola. As escolas devem enviar esse questionário a partir desta semana. Os pais e responsáveis dos alunos também precisarão assinar, de novo, um termo de responsabilidade junto às instituições de ensino.

 

 

 

Assessoria de Imprensa de Mato Leitão