Segurança Lajeado

Apenados concluem curso profissionalizante custeado pela Prefeitura de Lajeado

Entrega de mercadorias apreendidas pela receita federal – presídio

Nesta segunda-feira (11/11), 14 apenados do regime aberto e semi-aberto do Presídio Estadual de Lajeado (PEL) receberam os certificados de conclusão do curso de Assentador de Placas de Cerâmicas. Custeado pela Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura (Sedetag), que destinou R$ 15 mil para sua realização, o curso teve 80 horas, sendo ministrado pela unidade do Senai de Lajeado. Presente no ato de entrega dos certificados, o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, afirmou que a cidade tem uma grande demanda por trabalhadores da área da construção civil. “Certamente, será de grande proveito esta capacitação para a vida de de vocês”, afirmou Caumo, parabenizando os apenados pela dedicação que tiveram ao concluir o curso.

Já o titular da Sedetag, André Bücker, destacou que a sociedade lajeadense acredita na ressocialização dos apenados. “Quero lhes dizer que este curso foi viabilizado através do pagamento de impostos pela sociedade. Aproveitem esta oportunidade”, destacou Bücker. Já o gerente de operações do Senai, Jerry Hibner, disse ter certeza que os apenados sairão do presídio melhor do que entraram. “Vocês sairão daqui no futuro com uma profissão, para que consigam se manter e viver com dignidade”, enfatizou.

Por sua vez, o diretor do PEL, Ricardo Tessmann, mencionou que os apenados colocaram em prática os ensinamentos do curso, instalando o piso na sala onde ocorreu a entrega dos certificados, bem como no refeitório e cozinha dos servidores do presídio, além da cozinha geral. Conforme o coordenador técnico do Senai, Marcelo Schedler, desde 2010, já foram realizados 20 cursos profissionalizantes dentro do presídio mediante parceria com a Prefeitura de Lajeado e o Senai. “Estes 20 cursos realizados culminaram na formação de 246 apenados, que ganharam a oportunidade de melhorar e se capacitar para trabalhar”, afirmou.

O titular da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) de Lajeado, Paulo Locatelli, explica que o investimento nos cursos profissionalizantes dentro do presídio já é uma prática antiga, mas que foi integrada às ações do Pacto Lajeado pela Paz. “Como estes cursos capacitam os apenados para o trabalho, decidimos incluir esta ação aos esforços do pacto, pois isto ajuda na ressocialização dos apenados e, logicamente, contribui para a redução da criminalidade no município, que é o objetivo maior do pacto”, destaca o secretário.

 

Entrega de materiais apreendidos pela receita federal

Integrando as ações do Pacto Lajeado pela Paz, nesta segunda-feira também foram entregues ao Presídio Estadual de Lajeado (PEL) materiais apreendidos em ações de fiscalização da Receita Federal. Segundo Locatelli, ao tomar conhecimento das ações do pacto, a receita federal decidiu contribuir de alguma forma. “A maneira que eles puderam ajudar foi destinando materiais apreendidos para utilização dos apenados”, explica. A ala feminina do PEL recebeu materiais de um salão de beleza, o que ajudará na alevação da auto-estima das apenadas. Já os apenados receberam roupas novas, além de serem destinados materiais de higiene pessoal, cobertores, máquinas de cortar cabelo, entre outros materiais.

 

 

Assessoria de Imprensa de Lajeado