RS Polícia

Apenados da Colônia Penal Agrícola vão colher 1.500 mudas de morango em janeiro de 2017

 A meta da CPA é ser auto suficiente na produção de morango (Foto: Divulgação)
A meta da CPA é ser auto suficiente na produção de morango (Foto: Divulgação)

A produção de morangos que se iniciou em outubro na Colônia Penal Agrícola (CPA) está em plena atividade. Os trabalhos contam totalmente com a mão de obra prisional e centenas de quilos do fruto já foram colhidos. A iniciativa é graças a uma parceria da Secretaria da Justiça e Direitos Humanos, Emater e Susepe.

A meta deste projeto é garantir o trabalho prisional para os regimes aberto e semiaberto. Além disso, vai gerar renda e dar o apoio alimentar aos presos e seus familiares, explicou o diretor do CPA, Gustavo Schwarz.

“Como o plantio foi tardio para a produção ainda em 2016, optamos em priorizar desenvolvimento de mudas, para nos tornarmos autossustentáveis na produção e cultivo, e já temos um retorno muito bom, já estão previstas 1500 mudas para o mês de janeiro”, informou Gustavo. Atualmente, são 15 apenados trabalhando na estufa e na horta orgânica.

Texto: Ascom Susepe