Cultura Lajeado

Arte, colaboração e lançamento do 1º Arte na Cidade marcam atividade “Ocupa Valão”

Tintas, pincéis, música, dança, artesanato e outras expressões artísticas foram celebradas durante todo o domingo em um espaço diferente da cidade. A Avenida Décio Martins Costa, também conhecida como “valão” por ser a avenida por onde passa o Arroio do Engenho canalizado, foi palco da atividade “Ocupa Valão”. Artistas e comunidade participaram de forma colaborativa da execução de um grande mural a céu aberto cobrindo parte da canalização do arroio. A ação serviu para marcar o lançamento do 1º Arte na Cidade, evento que contará com diversas ações voltadas à cultura no município e que terá início com a publicação de um edital nesta terça-feira (24/09), na Univates.

A ideia do Ocupa Valão surgiu a partir do trabalho de conclusão de curso da designer Marina Müller, integrante do coletivo RolaRolê, que tratava de intervenção urbana no valão. O grupo procurou a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer para uma parceria. Assim, o coletivo de arte entrou com a ideia e o projeto, e a prefeitura forneceu as tintas e pincéis.

– Sempre gostei de pensar como a arte pode ajudar o urbanismo, e escolhi o valão por razões históricas e ambientais. É uma forma de trazer um pouco de arte para um lugar que é cinza. A ideia agora é ressignificar este espaço, fazer com que as pessoas mudem a ideia delas sobre o valão, que seja um local que elas desejem visitar no final de semana, por exemplo. Fazer disso um espaço público que pertença à comunidade, e por isso foi tão importante a participação das pessoas nessa transformação. Acho que este lugar tem muito potencial – disse Marina.

Marina e seus parceiros do movimento RolaRolê desenharam sobre o concreto, na sexta-feira e no sábado, a base do trabalho. No domingo, quem chegava podia participar da pintura, escolhendo um trecho para colorir. Crianças, jovens e adultos pegaram em pincéis e deixaram sua marca no caminho colorido. A artista multimídia Flavia Pozzobon, paulista que mora em Lajeado há oito meses, ouviu falar da atividade pelas redes sociais durante a semana e, no domingo, pegou seus sprays e pincéis e foi dar sua contribuição ao mural.

– Achei muito bom esse movimento cultural de valorizar os espaços. Intervenção urbana é isso, é deixar um lugar respirando arte – avaliou Flavia.

Um grupo de amigas que costuma se reunir no Clube Tiro e Caça (CTC) decidiu contribuir embelezando ainda mais o espaço público. Elas colocaram mudas de orquídeas nos troncos das árvores e dos coqueiros de toda a extensão do valão como uma forma de valorizar ainda mais a via.

– A gente já estava pensando em fazer isso, e quando vimos esta atividade, veio bem a calhar. Achamos maravilhoso! Tomara que as pessoas valorizem também e ajudem a cuidar – disse Carmem Maria Pretto, integrante do grupo.

O trabalho em conjunto entre comunidade e poder público foi elogiado pelo prefeito Marcelo Caumo durante sua fala no evento.

– A gente acredita muito nessa ideia de que prefeitura e comunidade devem atuar em conjunto. Se a comunidade tem um projeto, a gente pode contribuir. Assim, todos valorizam ainda mais o que está sendo feito. Para nós, esta é a melhor forma de desenvolver nossa cidade – disse Marcelo Caumo.

1º Arte na Cidade

O movimento Ocupa Valão foi também uma oportunidade para o anúncio do lançamento do 1º Arte na Cidade, um projeto com realização da Prefeitura de Lajeado, Univates e Sesc. O edital do 1º Concurso Arte na Cidade – Intervenção artística em espaços urbanos será lançado nesta terça-feira, 24/09, na Univates, e é aberto a toda a comunidade.

O edital escolherá cinco projetos artísticos de intervenção urbana, que serão realizados em dois pontos de entrada da cidade: no viaduto da BR-386 com a Avenida Senador Alberto Pasqualini (duas intervenções, sendo uma em cada uma das muretas laterais da parte debaixo do viaduto) e na ponte seca, onde a BR-386 passa sobre a Rua Bento Rosa (três intervenções, sendo uma em um lado dos pilares, no outro lado e a terceira na parte central).

O tema a ser proposto nos trabalhos é “Arte urbana – humanizando a cidade”.

O período de inscrições vai de 24/09/19 a 24/10/19.

As propostas serão avaliadas por uma comissão e as intervenções escolhidas serão realizadas em março de 2020.

 

Fotos Francini Ledur
Assessoria de Imprensa de Lajeado