Esporte Cultura Destaques Teutônia

Askavata Teutônia Pro movimenta a ladeira da Linha Harmonia

Evento ocorreu nos dias 24 a 26 de maio, reunindo atletas do skate downhill do Brasil e do exterior

A ladeira-mãe, onde “o filho chora e a mãe não vê”, como é conhecida a ladeira da Linha Harmonia, em Teutônia, voltou a ser sede de uma das principais competições do skate downhill do mundo neste final de semana, dias 24 a 26 de maio. O Askavata Teutônia Pro 2019 movimentou a Linha Harmonia, marcando o retorno do percurso ao calendário de competições nacionais. A organização do evento foi da Associação dos Skatistas do Vale do Taquari (Askavata) e conta com o apoio da Prefeitura de Teutônia, através da Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer.

Durante a sexta-feira e o sábado, houve treinos e as tomadas de tempo. Já no domingo, ocorreu, de fato, a competição. E a adrenalina foi o ponto forte. Afinal, se trata de uma das ladeiras mais rápidas do mundo, em que cada descida é um espetáculo à parte. Considerada monstruosa, rápida e, até, insana, com asfalto perigoso, a ladeira reuniu em torno de 80 atletas do Brasil e do exterior, que chegaram a velocidades superiores a 120 km/h.

A competição contou com as categorias Downhill Open, Downhill Feminino, Downhill Master 35+, Downhill Grand Master 40+, Luge, Inline, Dirt Surf e Sled, além do Amador. As categorias Amador, Master 35+, Grand Master 40+, Feminino, Luge e Sled foram seletivas para a final do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira dos Skatistas (CBSK). O evento também é válido para o ranking da Federação Gaúcha de Skate.

Conforme o presidente da Askavata, Carlos Arend, mais conhecido como Dida, a competição deste ano foi uma das maiores já realizadas em Teutônia. “Foi o melhor de todos os campeonatos, momento inesquecível para nós da organização e para o município. Obrigado a todos que nos ajudaram a tornar este evento perfeito. Esta é uma das lombas que mais impõe respeito, pois é dificuldade de nível 10. Então, descer a ladeira de Teutônia é superar todos os limites. É a adrenalina ao máximo, algo que se consegue só em Teutônia”, avaliou.

Durante a premiação, o vice-prefeito, Valdir Oliveira do Amaral, destacou que Teutônia se orgulha em sediar o evento. “Recebemos atletas de todo o Brasil e de outros países, que, consequentemente, divulgam a nossa cidade. Além disso, os participantes oportunizam ao público um verdadeiro espetáculo de velocidade e adrenalina”, enalteceu.

Para o secretário interino de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer, Jean Marcos Galvão, o evento movimentou todo o município. “É um evento que movimenta rede hoteleira, o comércio, enfim, toda a cidade. Além disso, temos toda a repercussão que o evento gera. Se Teutônia é conhecida internacionalmente, muito se deve a este evento”, salientou.

 

ASKAVATA TEUTÔNIA PRO 2019

>>> LUGE

  • 1º lugar:        Alexandre Cerri Machado, de Curitiba/PR
  • 2º lugar:        Moisés José de Souza, de Campo Bom/RS
  • 3º lugar:        Gabriel Bernardes, de Campo Bom/RS
  • 4º lugar:        Francis Bampi, de Encantado/RS

 

>>> IN LINE

  • 1º lugar:        Charles Aparecido Moreira (Charlinho), de Belo Horizonte/MG
  • 2º lugar:        Anderson Dantas, de Parnamirim/RN
  • 3º lugar:        Cristiano Israel Sens, de Curitiba/PR
  • 4º lugar:        Ariele Matias de Oliveira, de Vespasiano/MG

 

>>> DOWNHILL FEMININO

  • 1º lugar:        Vitória Mallmann, de Porto Alegre/RS

 

>>> SLED

  • 1º lugar:        Carlos Spengler, de Curitiba/PR
  • 2º lugar:        Vili Oscar Nickel, de Pinhais/PR

 

>>> DIRTSURF

  • 1º lugar:        Marcos Santos (Santão), de São Bernardo do Campo/SP
  • 2º lugar:        Aloísio Castro (Xará), de Alvorada/RS

 

>>> DOWNHILL GRAND MASTER 40+

  • 1º lugar:        Dácio Franco (Toco), de São Paulo/SP
  • 2º lugar:        Ricardo Mikima, de São Paulo/SP
  • 3º lugar:        Cristiano Indinho, de São Paulo/SP
  • 4º lugar:        Flávio Cegonha, de São Paulo/SP

 

>>> DOWNHILL MASTER 35+

  • 1º lugar:        Gui Chiele, de Farroupilha/RS
  • 2º lugar:        Luciano Pauletti, de Caxias do Sul/RS
  • 3º lugar:        Marcos Andres Vasquez, da Argentina
  • 4º lugar:        Alexandre Marcante (Xande), de Caxias do Sul/RS

 

>>> AMADOR

  • 1º lugar:        Rafael Ferronatto Garcia, de Sapucaia do Sul/RS
  • 2º lugar:        Marcelo Salvi, de Caxias do Sul/RS
  • 3º lugar:        Jeremias Gasparotto, de Arroio do Meio/RS
  • 4º lugar:        João Berlitz (John), de São Leopoldo/RS

 

>>> DOWNHILL OPEN

  • 1º lugar:        Bernardo Brambila, de Gravataí/RS
  • 2º lugar:        Murilo Araújo, de Curitiba/PR
  • 3º lugar:        Thiago Lessa, de Belo Horizonte/MG
  • 4º lugar:        William Rubim, de Gravataí/RS

 

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa de Teutônia