Política Serviços Vale do Taquari

Assembleia da Amvat discute condutas vedadas em ano eleitoral

Diretor da Consultoria em Direito Público, Gladimir Chiele, vai palestrar na assembleia da Amvat/Divulgação

Encontro será no próximo dia 29, em Nova Bréscia

Condutas vedadas aos agentes públicos em ano eleitoral, encerramento do mandato e fechamento de contas são os temas que serão discutidos na primeira assembleia da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) deste ano, marcada para o dia 29 de janeiro. A reunião será na prefeitura de Nova Bréscia, a partir das 14h.

O palestrante será o diretor da Consultoria em Direito Público (CPD), Gladimir Chiele. A empresa foi fundada por Chiele em 1998 e tem como objeto a assessoria e defesa dos gestores municipais. A CDP trabalha no suporte jurídico de ações, englobando pareceres, elaboração de projetos de lei, licitações, quadro de pessoal, tributário, atuação junto ao Tribunal de Contas do Estado, entre outras orientações. Em seu portfólio, consta a atuação junto a um grande número de Associações de Municípios de diversas regiões do Estado, totalizando mais de 250 cidades amparadas.

Esta será a primeira reunião conduzida pelo novo presidente da Amvat, o prefeito de Nova Bréscia, Marcos Martini. Ele foi eleito para o cargo à frente da entidade em dezembro do ano passado. Martini destacou que pretende reunir todos os representantes dos 36 municípios ligados à Amvat nesta assembleia. “Estamos em um ano de fechamento de mandato, um ano eleitoral. Então, é muito importante que os gestores tomem conhecimento do que é importante darmos atenção neste período”, reforça Martini.

Além dos prefeitos, vice-prefeitos, secretários da Fazenda, Administração, Assistência Social e procuradores dos municípios também estão convidados para a assembleia.

 

Crédito: Plural Comunicação Integrada