RSS Geral Lajeado

Assembleia do Sindilojas Vale do Taquari aprova contas de 2016

Encontro teve aprovação de contas e espaço para outros assuntos, como o Reload Sindilojas Festival (Foto: Simone Rockenbach)
Encontro teve aprovação de contas e espaço para outros assuntos, como o Reload Sindilojas Festival (Foto: Simone Rockenbach)

A diretoria do Sindilojas Vale do Taquari se reuniu na terça-feira (14) para as assembleias ordinária e extraordinária. A programação ocorreu na sede da entidade e marcou a aprovação das contas de 2016. Apresentado pelo contador do sindicato, Dani Petry, o grupo teve acesso ao relatório de receitas e despesas e pôde esclarecer dúvidas referentes ao conjunto de informações.

Na sequência, ocorreu a reunião de diretoria mensal. Faltando uma semana para o Reload Sindilojas Festival, o evento foi o destaque. O presidente Giraldo Sandri reforçou o convite para que os membros participem e também auxiliem na venda de ingressos. “Será um grande evento, com atrações muito boas para as empresas”, destacou. As inscrições podem ser feitas pelo site www.reloadsindilojas.com.br e o investimento varia de R$ 30 a R$ 140, dependendo se a pessoa é associada e de quantas atrações quer participar. Com uma proposta multidisciplinar, tem como tema principal o incomum e oferece workshops e palestra sobre varejo, marketing, RH, arquitetura, sustentabilidade e gastronomia.

O presidente ainda divulgou o Congresso Nacional de Sindicatos Patronais que se realiza de 24 a 26 de maio em João Pessoa, na Paraíba. Os interessados devem fazer contato com a secretaria da entidade. Também presentes na reunião, as representantes do Senac e do Sebrae utilizaram o espaço disponibilizado para comentar suas principais atividades. Etiene Azambuja comentou sobre a nova ferramenta de teste de nivelamento de idiomas no site do Senac. Já Soraia Gerhardt anunciou o novo sistema de consultoria do Sebrae para micro e pequenas empresas. Gratuito e com duração de uma hora, o atendimento é focado em gestão. “O objetivo é fazer um diagnóstico da empresa para então montar um plano de ação, considerando o que deve ser feito e quais as prioridades”, explicou Soraia.

Texto: Ascom Sindilojas