Variedades Vale do Taquari

Associados do Sincovat aprovam contas de 2018 e acompanham palestra sobre eSocial, EFD-Reinf e DCTF Web

Cerca de 40 associados participaram da atividade realizada na sede da entidade

Em assembleia geral ordinária realizada nesta quinta-feira (14) em Lajeado, cerca de 40 associados do Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale do Taquari (Sincovat) aprovaram por unanimidade a prestação de contas do exercício de 2018. A votação, coordenada pelo contador Dani Petry, incluiu a apreciação do balanço patrimonial, demonstração dos resultados e parecer do conselho fiscal. Na sequência da atividade, ocorreu a palestra “Polêmicas e curiosidades do eSocial, EFD-Reinf e DCTF Web”, ministrada pela contabilista e instrutora de treinamentos na área trabalhista e previdenciária, Eliane Valcam.

De acordo com ela, a maior preocupação quanto ao eSocial está na vulnerabilidade das empresas perante a legislação, que desde 1943 não vinha sendo cumprida integralmente e agora passa a ser aplicada de forma online, cujas transmissões divergentes ou fora dos prazos acarretarão em multas imediatas. Diante desse cenário, no qual todos os envolvidos precisam estar empenhados, o contador tem o papel de orientar, pois é fundamental que os empregadores estejam cientes de suas responsabilidades. “Não dá mais para querer ajudar o cliente. Ele vai ter que saber o que precisa fazer”, alertou Eliane. Da mesma forma, os profissionais contábeis devem conhecer as leis, instruções normativas e demais exigências: “Dentro do escritório é necessário que pelo menos uma pessoa leia o manual completo”.

A palestrante explicou que a EFD-Reinf vem complementar o eSocial inicialmente apenas com questões previdenciárias, para no futuro agregar a parte federal e substituir a DIRF, e ressaltou que muitas empresas resistem a essas mudanças alegando que sempre agiram da mesma forma. Ela garantiu: “Nunca deu problema. Mas agora vai dar”. Ainda segundo Eliane, após lançadas as informações necessárias no eSocial e na EFD-Reinf, é gerado o DCTF Web, uma declaração de confissão de dívida que será usada para elaborar guias da previdência social. Para ela, esse processo deve levar no mínimo dois anos para estar em pleno funcionamento, mas a longo prazo trará grandes benefícios, como a possibilidade de compensação cruzada.

Elaine observou que polêmicas relacionadas a esses temas sempre vão existir, especialmente devido à demora na implantação dos processos exigidos. Ela garantiu que o maior obstáculo será fazer os empregadores cumprirem os prazos: “Esse é o desafio: fazer a coisa dar certo. Porque os contadores vão sofrer, mas vão fazer. Só que o cliente não tem esse conhecimento”.

 

Crédito: Clarissa Jaeger
Assessoria de Imprensa