Meio Ambiente RS RSS Mato Leitão

Audiência atualiza Plano Municipal de Resíduos Sólidos

Plano está em vigor desde 2013 (Foto: Divulgação)

O Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, em vigor desde 2013, passou por uma reavaliação em audiência pública nesta semana. O debate integra ainda o planejamento regional que está sendo conduzido pelo Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) que busca soluções para a questão do lixo.

A reunião, na Câmara de Vereadores, ocorreu na segunda-feira, 12, com a presença do prefeito Carlos Alberto Bohn. O debate teve como objetivo conhecer a situação atual e propor melhorias para um novo modelo de gestão de resíduos sólidos. Mato Leitão produz em média, por mês, 70 toneladas de lixo que são encaminhadas para aterro sanitário de Minas do Leão.

O trabalho de coleta é realizado por uma empresa de Passo do Sobrado duas vezes por semana (segunda-feira e sábado), no perímetro urbano, e quinzenalmente pelas comunidades do interior. Na coleta de materiais recicláveis atua a Sucatas Oliveira, localizada no Loteamento Amizade.

A engenheira ambiental Camila Frohlich, da empresa Urbana Logística Ambiental, apresentou dados de uma análise do lixo denominada de gravimetria. Em média, cada habitante é responsável por quase 600 gramas/lixo a cada dia. O principal problema é a mistura do lixo, sendo que 44% ainda é de material reciclável.

Saiba mais:

O Rio Grande do Sul destina 79,2% dos resíduos para aterros sanitários. Além de Mato Leitão, o aterro de Minas do leão recebe resíduos domiciliares de outros 139 municípios gaúchos, que representam 34% da população gaúcha.

Algumas metas:

– coleta seletiva

– ampliar lixeiras

– projetos educação ambiental

– controle lixo em terrenos baldios

– inclusão social de catadores

Texto: Ascom Mato Leitão