Cultura Social Muçum

Bola suíça é usada para aprimorar o desenvolvimento de bebês

A Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, em parceria com a pasta de Saúde, passou a introduzir na semana passada uma atividade inovadora no cotidiano das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI´s) Pingo de Gente e Família Feliz. A fisioterapeuta Regina Coletti esteve nas duas escolas, onde orientou as educadoras a utilizar nas atividades a bola suíça, também conhecida como bola de pilates.

Seu uso é conhecido por desenvolver nas crianças equilíbrio, lateralidade, autoconfiança, fortalecimento da musculatura e segurança e confiança na professora. A idealizadora e coordenadora pedagógica Adriany Poletti, conta que pesquisa assiduamente novos métodos que aperfeiçoem o ensino e o desenvolvimento dos escolares e, o uso da técnica, a despertou atenção pela série de benefícios. Todos estes resultados, conseguimos em atividades que nada mais são do que brincadeiras, ao mesmo tempo que as crianças aprendem e se desenvolvem”, avalia a coordenadora.

Para a execução da iniciativa, a Administração Municipal fez a compra de duas bolas, disponibilizando-as para as turmas do maternal 1 de cada creche.

A Bola Suíça

Há algum tempo as vantagens do uso desta técnica são conhecidas internacionalmente. A bola suíça foi desenvolvida em 1963 por Aquilino Cosani, um fabricante italiano de plásticos. Cosani aperfeiçoou um processo de moldagem de plástico resistente à perfuração em grandes bolas.

Estas, foram utilizados pela primeira vez em programas de tratamento de recém-nascidos e lactentes por Mary Quinton, fisioterapeuta britânica que trabalhava na Suíça. O termo “Bola Suiça” nasceu quando elas foram utilizadas por fisioterapeutas americanos na América do Norte, em 1989, depois de testemunhar os seus benefícios no país europeu.

 

Fotos/Créditos: Luís Gustavo Bettinelli
Assessoria de Imprensa de Muçum