Boqueirão do Leão RSS Destaques Geral

Boqueirão do Leão decreta situação de emergência

Perda Total de 450 hectares em plantações de milho e mais de 30 Hectares em feijão (Foto: Defesa Civil Boqueirão do Leão)

O temporal de granizo que ocorreu na tarde da segunda-feira (26), provocou prejuízos em comunidades do interior de Boqueirão do Leão. Conforme a Defesa Civil do município, os prejuízos chegam a R$ 1,8 milhão. Ainda na noite de terça-feira (27), foi decretado situação de emergência. Pelo menos três famílias precisaram se abrigar em casa de familiares.

O granizo destruiu lavouras de milho, feijão e tabaco. O levantamento aponta 72 casas, 132 estufas de fumo e 450 hectares de milho atingidos. “Não teve telha de 4mm que resistiu às pedras de gelo. Percorremos o interior para dar suporte e contabilizar as perdas, principalmente no setor agrícola”, revela Leandro Peterson, coordenador da Defesa Civil.

Pequenas propriedades tiveram grandes perdas em estruturas voltadas para o cultivo do Tabaco (Foto: defesa Civil Boqueirão do Leão)

As comunidades mais atingidas são Colônia São Paulo, Pedras Brancas, Linha Moisés, São Roque e Quatro Léguas. “O primeiro levantamento apontava perdas acima de R$ 800 mil. Com a conclusão do decreto de emergência vimos a dimensão dos danos”, ressalta Peterson.

A Defesa Civil do município distribuiu cerca de 3.000m² de lona plástica para as famílias atingidas. A escola em São Roque foi afetada com o temporal. O prefeito Paulo Joel Ferreira se solidariza com as famílias atingidas. “O governo municipal não mede esforços para ajudar nesse momento difícil. Mais uma vez agricultores contabilizam prejuízos por conta de fenômenos naturais. Precisamos trabalhar unidos para superar as dificuldades”, comenta.

Texto: Ascom Boqueirão do Leão