Saúde RS RSS Destaques

Brasil deve fabricar remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS

Três antivirais devem ser desenvolvidos (Foto: Divulgação)

Uma medida pretende reduzir os custos com medicamentos contra a hepatite C e o HIV. O Brasil deve começar a produzir em território nacional esses remédios por meio de parcerias firmadas com o Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), vinculado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Essa decisão visa gerar economia aos cofres públicos. Atualmente, o Brasil importa todos esses itens. A intenção é desenvolver três antivirais voltados para o combate à hepatite C: Simeprevir, Daclastavir e Sofosbuvir. Este último tem contribuído para a cura de muitos pacientes e a consequente redução de demanda pelo transplante de fígado. O imunossupressor Everolimo, determinante para evitar a rejeição de órgãos transplantados, também será feito.

O quinto medicamento é a pílula antirretroviral baseada nas substâncias Emtricitabina e Tenofovir. O remédio é usado na profilaxia pré-exposição (PrEP) ao HIV. A expectativa é de que o Sistema Único de Saúde já distribua o Sofosbuvir, o Everolimo e a pílula da PrEP no segundo semestre deste ano.

Texto: Ascom CNM com informações Portal Federativo