Serviços Social Estrela

Cacis estuda criação de núcleo de jovens empreendedores

Vices da Cacis e jovens empresários discutem criação de núcleo empreendedor

Há anos que a Câmara do Comércio, Indústria e Serviços de Estrela (Cacis) não tinha em seu quadro diretivo integrantes tão jovens. Desde que assumiram as pastas das vice-presidências do Planejamento, Indústria e Prestação de Serviços na Cacis, Claudia Costa Argiles, Carlos Guilherme Glufke e Adiel Alfredo  Krabbe, respectivamente, discutem estratégias para promover uma maior oxigenação tanto na participação mais ativa de jovens associados, quanto na promoção de atividades e disciplinas que se tornem cada vez mais atrativas e vitais para a melhoria do negócio das empresas. “Queremos provocar temas relevantes, que instiguem e provoquem com dinamismo a evolução dos modelos de negócios dos nossos associados. Afinal, essa sempre foi uma das missões da entidade”, analisa Claudia.

Segundo a vice-presidente do Planejamento, a ideia ganhou força durante uma disciplina de marketing da Faculdade La Salle, onde sob a discussão de vários pontos, ventilou-se a oportunidade de expandir cada vez mais a participação de jovens empreendedores. “Acreditamos que esse empreendedor jovem de hoje será o futuro da entidade. Precisamos dessa força e dessa visão”, explica.

A mobilização culminou com a procura e interesse comum dos novos empresários Thiago Lemes de Sá, 30 anos, engenheiro eletricista, sócio-proprietário da Valência Energia e Jonas Ezequiel Schwingel, 29 anos, administrador de empresas e sócio-administrador da  Mecânica Rio Branco. Para eles, a proposta faz todo sentido, uma vez que eles mesmos já se viram, algumas vezes, motivados a buscar informações e subsídios para dar impulso às próprias empresas. “Penso que é muito positivo a criação de um grupo que busque trazer mais jovens para a associação. A troca de experiências com pessoas próximas a uma faixa etária  comum é estimulante em todos os sentidos. Além disso, o intuito é o de ajudar quem tiver iniciando. Queremos identificar necessidades e demandas dentro do próprio grupo, em todas as áreas e setores das empresas, para fortalecer e fazer crescer o empreendedorismo na região e na entidade”, afirma Thiago.

Para ele, trocar experiências,  fortalecer e difundir o empreendedorismo, divulgando as ações de modo que possam ser disseminadas e espelhadas é uma maneira de contribuir efetivamente para o crescimento e desenvolvimento econômico de forma geral.

Nas próximas semanas, o grupo promoverá novos encontros para discussão da implementação do plano de criação do núcleo. Informações posteriores serão divulgadas sistematicamente.

 

Meire Brod
Dobro Comunicação
Assessoria de Imprensa