Saúde RS RSS Destaques Arvorezinha

Campanha ”Janeiro Branco” realiza ações de conscientização sobre saúde mental

Campanha foi realizada pela primeira vez no município (Foto: Divulgação)

Durante esta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Arvorezinha realizou a campanha “Janeiro Branco”. Em sua 5ª edição no país, o evento ocorreu pela primeira vez no município e reuniu, equipes de psicólogos e outros profissionais da área da saúde, no intuito de mobilizar a sociedade em favor da saúde mental.

A programação incluiu a distribuição de panfletos explicativos e rodas de conversas sobre o tema em repartições públicas do município, como na prefeitura e demais secretarias, Ministério Público, Fórum entre outros, também nas casas através das Agentes Comunitárias de Saúde que fizeram a entrega de panfletos.

No decorrer da semana que passou, nas rodas de conversas um dos assuntos em pauta foi a importância do cuidado com a saúde mental e emocional, pois são esses os principais fatores que proporcionam o equilíbrio do ser humano. Também, sobre a angústia, a ansiedade, insônia, são alguns sintomas presente na vida de muitas pessoas, porém se presentes na maior parte do tempo e se não tratados de forma devida podem acabar evoluindo para um quadro mais sério, como por exemplo Transtornos de Ansiedade, Depressão e até mesmo Síndrome de Burnout (esgotamento no trabalho).

Segundo a psicologa Daiana Predagan, ainda foi discutido a empatia com o próximo. “Não quer dizer que devamos somatizar o problema alheio, mas sim, antes de qualquer julgamento, se por no lugar do próximo, ouvir de forma adequada e, principalmente, ter cuidado com o que for aconselhar, isso não só pode, como fará uma grande diferença para a pessoa que busca ajuda,” destaca.

A psicologa Bruna Vieira classificou o evento como sucesso. Ela relata que a equipe conseguiu abranger um número significativo de pessoas, através das mídias, mas principalmente foi possibilitado aos servidores de vários setores da rede do município, um momento de parada em suas rotinas para dar espaço para a saúde mental. “As intervenções realizadas me levaram a pensar que não é preciso fazer um “mega evento” para gerar algum tipo de impacto. Se você pedir alguns minutos para as pessoas pensarem em suas vidas, relações, emoções, elas te dão espaço pra isso: entram na brincadeira, riem de si mesmas, escutam com atenção, refletem, e de alguma forma, te dão respostas. Os sorrisos, olhos marejados, as expressões no rosto dos participantes foram o melhor retorno que nós, que nos propusemos a organizar esta campanha, poderíamos esperar”, analteceu.

Texto: Ascom Arvorezinha