Solidariedade Social Lajeado

Canil Municipal de Lajeado completa 11 anos nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 05/06, o Canil Municipal de Lajeado e o Programa Adote um Amiguinho celebram 11 anos. Desde então, 2.064 animais já foram abrigados pelo órgão e 106 aguardam por novos tutores. Para marcar a data, o canil organiza uma feira de adoções neste domingo, 09/06, durante o evento Sustentar, no Parque dos Dick.

Desde 2008, cães de rua encontrados em situação crítica e que necessitam de cuidados veterinários são recolhidos pelo Programa. O objetivo é zelar pelo bem-estar dos animais, promovendo políticas de controle populacional (castração), identificação, vacinação, desverminação e posse responsável.

Com o objetivo de celebrar o aniversário e aproximar os animais abandonados da comunidade, a Sema realiza a primeira feira de adoção de 2019 neste domingo. O programa exige apresentação de CPF, RG e comprovante de residência dos interessados em adotar. O novo tutor se responsabiliza pela adoção e assina um termo assumindo a guarda e a responsabilidade sobre o animal.

Em 2018, o canil encerrou o ano celebrando o aumento do número de adoções de animais. Ao todo, 129 cães foram adotados. Já em 2019, foram adotados 22 cães, e mais de 50 foram recolhidos.

A equipe responsável por cuidar dos animais é formada por dois zeladores, Paulo Bizarro e Eliasar das Chagas, que cuidam da limpeza e da alimentação dos cães, pela auxiliar administrativa Julia Michelon e pela médica veterinária Juliana Zanetti.

Atuando no canil desde 2015, a médica veterinária Juliana conta que presenciou cenas marcantes. Entre elas, a chegada da cachorra Luna no Canil. “O que mais me marcou foi no dia que eu ouvi uma porta de carro batendo na frente do canil. E era a Luna que havia sido abandonada e, provavelmente, tinha sido atropelada. Ela foi socorrida, salva e adotada por uma nova família. Ela teve um final feliz, o que nem todos os animais têm”, conta Juliana.

Quixote, por sua vez, é o cão mais antigo que vive no canil, e continua à espera de um tutor. Chegou no local em setembro de 2013, junto com seus irmãos, que já foram adotados. A mais recente é Duda, que foi recolhida na terça-feira, 04/06, após ter sido atropelada. Para dar um lar e deixar as histórias como a de Quixote e de Duda mais felizes, os esforços da equipe do Centro de Controle de Zoonoses e Vetores (CCVZ) da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que administra o canil, têm se mostrado bem-sucedidos.

Trabalhos realizados no Canil Municipal

Castração

Por meio de um convênio com três entidades que cuidam de cães abandonados em Lajeado, o canil realiza a castração dos animais da Associação de Proteção aos Animais São Francisco de Assis (Apasfa), da Amando, Protegendo e Ajudando Muitos os Animais (Apama) e da Associação dos Amigos Protetores dos Animais do Vale do Taquari (AAPAVAT).

Os cães que chegam ao canil com sinais de atropelamento ou fratura são avaliados pela médica e encaminhados para a CenterVet, em Teutônia, clínica conveniada específica para cirurgia ortopédica. A Prefeitura também tem convênio com a clínica Empório Animal, em Conventos, para a castração a pedido das famílias carentes, que comprovam baixa renda junto à secretaria. Ainda,no canil, são realizados procedimentos de castração, chipagem e atendimento aos cães de famílias carentes.

 

Chipagem

Todos os cães que passam pelo Canil Municipal passam pelo procedimento de chipagem, que consiste na implantação de um microchip do tamanho de um grão de arroz na nuca do animal. Por meio de um leitor, é possível identificar, pelo chip, os dados do tutor que preenche um cadastro oferecido pelo canil. A chipagem é gratuita para todos. No caso das ONGs, é cadastrado o nome da entidade no chip do animal. Assim que ele for adotado, a entidade entra em contato com o canil e trocam os dados do tutor.

Números do canil em 2019

  • Entradas de animais – 54
  • Adotados – 22
  • Vivendo no canil -106
  • Atendimentos – 56
  • Castrações dos animais adotados e de ruas – 20
  • Castrações dos animais encaminhados pelas ONGs -105
  • Instalação de chips – 119
  • Vistorias – 38

 

Horário de atendimento, chipagem e adoção:

– Segunda a quinta-feira das 8h30 às 11h30 e das 13h30 as 16h30

– Nas sextas-feiras das 8h às 14h

Endereço: Av. Benjamin Constant, 8.409, bairro Conventos

 

 

Texto e fotos Pietra Darde
Assessoria de Imprensa de Lajeado