Cultura Teutônia

Cantos e encantos dos corais ecoam por Teutônia

A tradição do Canto Coral esteve em evidência

Em torno de 100 vozes participaram do Festival de Coros promovido pelo Coral Municipal de Teutônia

 Os cantos e encantos dos corais ecoaram pela igreja da Comunidade Católica Cristo Rei, no Bairro Languiru, na noite deste domingo, dia 24 de novembro. Em torno de 100 vozes evidenciaram a tradição do canto coral durante o 37º Festival de Coros de Teutônia, trazendo canções dos diversos gêneros musicais, incluindo músicas natalinas.

O encontro foi organizado pelo Coral Municipal de Teutônia e pela Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer. A programação contou com a apresentação de cinco coros, mostrando o porquê Teutônia ostenta o título de Capital Nacional do Canto Coral.

A abertura das apresentações foi realizada pela Associação de Canto Cristo Rei, do Bairro Languiru, que tem na regência Leandro Ahlert. No repertório, “Agnus Dei” e “Rot sind die Rosen”. Em seguida, foi a vez do Coro Fundação Casa das Artes, de Bento Gonçalves, sob a regência de Gerson Souza, apresentar quatro canções: “Natal todo dia”, “Trevo”, “Gaudêncio 7 luas” e “Evidências”.

Na sequência, sob a regência do maestro Ademir Camargo, o Coro Resonare, de Passo Fundo, trouxe à igreja Cristo Rei as canções “Kyrie”, “Agnus Dei”, “The Lord bless you and keep you” e “Tollite Hóstias”. Logo após, o Coral Masculino de Bom Princípio, sob regência do maestro Bernardo Schneider, encantou o público com as canções “Coro dos caçadores”, Fliege mit mir in die Heimat”, “Só rancheiras” e “O du fröhliche”.

E por fim, foi a vez do Coral Municipal de Teutônia. Criado em 1983 com o objetivo de manter e qualificar a tradição legada pelos colonizadores alemães, o coral conta com a regência do maestro Martin Altevogt desde 2009. No seu repertório da noite, “Canção do Amigo” (com direito a flash mob), “Merceditas”, “Disparada” e “A paz”.

O 37º Festival de Coros encerrou com a apresentação conjunta dos corais Municipal de Teutônia e Fundação Casa das Artes. Por se tratar da época de Natal, o grande grupo entoou o “Festival de canções”, com músicas tradicionais natalinas.

Segundo o maestro e regente Martin Altevogt, o principal objetivo do Festival de Coros é a integração. “É um momento de confraternização. Temos coros com vários perfis, cada um trazendo o seu jeito de fazer canto coral. Essa confraternização é para poder trocar experiências e vivências. Somos a Capital Nacional do Canto Coral, ou seja, somos uma cidade que vive o canto coral. Hoje foi o momento de coroar esta linda tradição”, frisou.

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Teutônia