RS RSS Teutônia Geral

Carnês do IPTU já estão disponíveis

Secretaria da Fazenda emitirá 18.757 carnês de IPTU (Foto: Matheus Prates/Divulgação)

A Prefeitura de Teutônia, por meio da Secretaria da Fazenda, informa que os carnês para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) já estão disponíveis. O pagamento em cota única terá desconto de até 10% e, caso o contribuinte estiver em dia até 31 de dezembro de 2018, mais um desconto de 10%.

Os carnês podem ser retirados nos seguintes locais:

– Capatazia do Bairro Teutônia, para os carnês de imóveis desta localidade;

– Capatazia do Bairro Canabarro, para os carnês de imóveis desta localidade;

– Escola Municipal de Ensino Fundamental Leopoldo Klepker, para os carnês dos imóveis do Bairro Alesgut (até 1º de fevereiro, expediente das 8h às 14h);

– Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Guilherme Sommer, para os carnês dos imóveis da Vila Popular e Vila KS (até 1º de fevereiro, expediente das 8h às 14h);

– Prefeitura, na sala 14, para os carnês dos bairros Boa Vista, Languiru, Centro Administrativo e, se necessário, dos demais bairros.

Além destes locais, também é possível imprimir o carnê por meio do site www.teutonia.rs.gov.br. É preciso acessar Atendimento ao Cidadão, Consulta IPTU e informar o número do cadastro (que consta nos carnês anteriores).

Os carnês pagos em cota única até o dia 15 de março receberão 10% de desconto, com mais 10% para contribuintes que estavam em dia até 31 de dezembro de 2018. Quem pagar até 15 de abril, recebe desconto de 7%. Já quem fizer a quitação até 15 de maio, receberá abatimento de 4% no valor do IPTU.

Também é possível o pagamento parcelado. As cinco parcelas vencem nos seguintes dias: 15 de março, 15 de maio, 15 de julho, 15 de setembro e 15 de novembro.

A Secretaria da Fazenda vai emitir 18.757 carnês. O IPTU é um tributo que fica 100% no município. Ele reverte em benefícios para toda a comunidade, como saúde, educação, obras, lazer, esportes, cultura, turismo, iluminação, emprego, entre outros investimentos.

Texto: Ascom Teutônia