Educação Lajeado

Cartilhas de prevenção ao abuso sexual infantil são entregues para Escolas de Ensino Fundamental de Lajeado

Nesta quinta-feira, 11/07, a Prefeitura de Lajeado, por meio das Secretarias do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) e da Educação (Sed), entregou novas cartilhas do Pipo e da Fifi, livro que orienta as crianças a se protegerem da violência sexual, para as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) do município. A ação aconteceu no auditório da SED e está vinculada ao Pacto Lajeado pela Paz e à Campanha Pipo e Fifi.

Por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), em parceria com escolas, o município atua desde 2016 com ações de prevenção à violência sexual de crianças e adolescentes, usando como instrumento a cartilha Pipo e Fifi, elaborada por Caroline Arcari. Os livros infantis são lúdicos e funcionam como uma ferramenta de proteção, explicando às crianças, a partir dos 3 anos de idade, conceitos básicos sobre o corpo, sentimentos, convivência e trocas afetivas.

Hoje, a Campanha Pipo e Fifi passou a integrar uma das ações de prevenção do Pacto Lajeado pela Paz. A entrega dos materiais aos educadores tem como objetivo capacitá-los para a prevenção ao abuso infantil e para que se tornem multiplicadores desse conteúdo no ambiente escolar. Lisete Lermen Friedrich, 46 anos, é coordenadora pedagógica e orientadora educacional da EMEF São João. Em 2016, a Escola recebeu a cartilha e as contações de histórias do Pipo e Fifi por meio dos CRAS. “Na época, a contação de histórias feita pelo CRAS foi voltada a alunos do pré ao 1º ano. As outras turmas ficaram tristes, então eu e outra colega nos vestimentos de Pipo e Fifi, de acordo com livro, e contamos a história para os alunos do 2º ao 4º ano. Foi muito legal”, conta Lisete.

Agora, os trabalhos na EMEF serão retomados. “Falar sobre sexualidade é difícil. Mas a capacitação com Caroline Arcari e a cartilha me deixaram mais fortalecida e preparada para reconhecer o que eu posso e que eu não posso fazer. Agora retornaremos a trabalhar o assunto”, disse Lisete, ao mencionar a capacitação dos professores de toda a rede municipal, estadual e privada, com a especialista Caroline Arcari, realizada no dia 18/06. Para saber mais, clique aqui: http://twixar.me/pRm1

Cada escola deverá utilizar o livro como uma ferramenta de trabalho. Em setembro, será realizado um novo encontro, onde cada escola deverá relatar aos CRAS quais atividades foram feitas inspiradas na cartilha.  Conforme o cronograma da Campanha, a próxima ação ocorre em agosto, quando crianças das EMEIs e EMEFs participarão de uma peça teatral do Pipo e da Fifi, no Teatro do Colégio Evangélico Alberto Torres (CEAT).

“A vinda da Caroline para Lajeado e a cartilha buscam conscientizar e preparar as escolas por meio de elementos teóricos e reflexivos para que estejam mais preparadas e consigam propor contações de histórias, e identificar e encaminhar adequadamente supostos abusos”, explicou a psicóloga do CRAS Planalto, Camila Jardim.

Texto e fotos Pietra Darde
Assessoria de Imprensa de Lajeado