Negócios RS Teutônia

Case do Leite Languiru Origem premiado pela Federasul

Produto inovador, que possibilita a rastreabilidade desde a propriedade rural até o ponto de venda, foi apresentado pela Languiru em 2019

“Inovação mundial criando novos mercados e agregando valor ao negócio” recebe o troféu Dentro da Porteira

 O case “Leite Languiru Origem: inovação mundial criando novos mercados e agregando valor ao negócio” foi reconhecido pela Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul) no 8º Prêmio Vencedores do Agronegócio 2020. O troféu Três Porteiras premiou a cooperativa teutoniense na categoria “Dentro da Porteira”, enaltecendo a área de produção e geração de valor da propriedade rural. A entrega da premiação ocorre durante evento online da entidade estadual no dia 30 de setembro, que terá transmissão ao vivo pelo Facebook da Federasul a partir das 12h.

O concurso homenageia projetos relacionados ao agribusiness do Rio Grande do Sul, considerando critérios como inovação, estratégia e resultados. O prêmio contou com cinco categorias, tendo 37 projetos inscritos: Antes da Porteira, Dentro da Porteira, Depois da Porteira, Sustentabilidade e Elas no Agro.

 

Languiru tri campeã

 A Languiru conquistou seu terceiro troféu no Vencedores do Agro. Em 2013, na primeira edição, a cooperativa foi agraciada com o case “Programa de readequação das atividades frente ao novo cenário do agronegócio”, vencedor na categoria Dentro da Porteira – Agroindústria. Em 2019 o case “Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo” foi reconhecido na categoria Depois da Porteira.

O case de 2020 valoriza um produto inovador, com reflexos no mercado e na cadeia produtiva. O Leite Languiru Origem atesta a procedência e os atributos de qualidade do leite, com a rastreabilidade desde a origem da matéria-prima até o ponto de venda, passível de conferência com a leitura do QR Code da embalagem. O alimento resgata a origem do leite na sua forma mais pura e agrega valor ao produto, possibilitando o ganho em participação de mercado e a profissionalização da cadeia produtiva.

“É o reconhecimento à inovação na cadeia leiteira, uma tecnologia mundial aplicada pela Languiru e desenvolvida pela SIG Combibloc e Siemens. O Leite Origem é um produto diferenciado, que enaltece o avanço tecnológico no campo e na indústria, além da garantia de qualidade do alimento”, destaca o presidente da cooperativa, Dirceu Bayer, acrescentando que o leite gaúcho é o de melhor qualidade no país. “Demonstramos toda essa qualidade e esmero na produção com a rastreabilidade do produto. Toda ‘Família Languiru’ está de parabéns e comemora esse reconhecimento.”

 

Leite mais vendido no RS 

A tecnologia de rastreabilidade aliada ao processo de acompanhamento da produção desde a origem, permitiu à Languiru aumentar sua participação no mercado no segmento de leite UHT. Esse foi um dos pontos destacados no case premiado, de que “leite não é tudo igual” e toda inovação permite um posicionamento de diferenciação.

A participação de mercado é confirmada pela Kantar, instituto de pesquisa referência em estudos de mercado com foco no ponto de venda. Em pesquisa permanente, a Kantar confirmou a Languiru como o leite UHT mais vendido no Rio Grande do Sul. A cooperativa, que vinha se revezando na primeira colocação com outras marcas nos semestres anteriores, no 1º semestre de 2020 consolidou-se na primeira colocação.

Apenas quatro marcas respondem por cerca de 50% do mercado de leite UHT no Estado. O percentual da Languiru é 47% maior ao da marca na segunda posição no primeiro semestre de 2020.

 

 

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester
CRÉDITO DA FOTO – Leandro Augusto Hamester
Assessoria de Imprensa