Mundo Saúde RSS Destaques

Casos de suicídios ultrapassam número de vítimas de homicídio e desastres naturais

23012017_suicidio_agenciaalagoas
O Brasil está entre os oito países com o maior número de casos, com 12 mil mortes por ano (Foto: Divulgação)

Mais de 883 mil pessoas cometem suicídio a cada ano no mundo. O número ultrapassa a soma de vítima em guerras, homicídios e desastres naturais, que, somadas, tiram a vida de 669 mil pessoas por ano. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS). O Brasil está entre os oito países com o maior número de casos, com 12 mil mortes por ano.

A OMS aponta, ainda, que a crise econômica global reforça o número de pessoa que se matam. Estudo da Universidade de Oxford em países como Estados Unidos e Canadá e na Europa mostra que, em 2008 – início da crise financeira – houve um aumento no número de suicídios, um crescimento de: 4,8%, 4,5% e 6,5%, respectivamente.

O número de casos no mundo vem crescendo. Desde a década de 1970, os casos aumentaram cerca de 60%. De acordo com a OMS, esse crescimento tem ocorrido em um ritmo mais acelerado.

Crescimento urbano
Os estudos apontam, ainda, que outro fator tem sido relevante para o aumento de suicídios: a maioria da humanidade passou a viver em cidades, onde as pressões e o stress são maiores. O fato se tornou realidade em 2010, pela primeira vez na história. Alia-se a isso o fato de as pessoas estarem mais sozinhas. Nos Estados Unidos, pesquisa apontou que 40% dos adultos se consideram solitários. O porcentual é o dobro do apresentado na década de 1980.

Agência CNM, com informações da Super Interessante e da Agência Senado