Saúde RSS Estrela

Centro Materno-infantil é selecionado para a Mostra Brasil aqui tem SUS

Centro foi inaugurado em abril deste ano e é referência em atendimento (Foto: Divulgação)
Centro foi inaugurado em abril deste ano e é referência em atendimento (Foto: Divulgação)

O Centro de Atendimento Materno-infantil de Estrela foi um dos projetos selecionados para a 14ª Mostra Brasil aqui tem SUS, que será realizada dentro do 33º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, de 12 a 15 de julho, em Brasília (DF). O projeto foi inscrito na categoria Atenção Básica e está entre os 300 municípios brasileiros selecionados e os 21 do Rio Grande do Sul. O melhor de cada região do país, cujo julgamento ocorrerá durante o Congresso, receberá um prêmio de R$ 10 mil.

O Centro de Atendimento Materno-infantil foi implantado por meio de uma parceria do Governo de Estrela, através da Secretaria da Saúde, e da Univates, atendendo gestantes e crianças com até dois anos de idade pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme a enfermeira da Secretaria da Saúde, Débora Martins, são disponibilizadas consultas e procedimentos nas áreas de ginecologia, obstetrícia e pediatria com o objetivo de fortalecer a rede de atenção à saúde e qualificar a atenção primária, ampliando a sua resolutividade.

A área de 293 metros quadrados, junto ao Hospital Estrela, foi viabilizada por meio de um investimento de aproximadamente R$ 500 mil pela Univates. Em contrapartida, a Prefeitura de Estrela custeia o serviço e coloca os profissionais técnicos e administrativos. O Centro conta com nove consultórios – três de pediatria, três de ginecologia e obstetrícia, um multiprofissional, um de enfermagem e outro de acolhimento – e uma sala de educação em saúde. Os alunos do curso de Medicina da Univates têm aulas práticas em dois módulos: Saúde da Mulher e Saúde da Criança.

O secretário da Saúde, Elmar Schneider, destaca a seleção do projeto, mas enfatiza que a importância maior é o investimento no ser humano, na vida. “Hoje temos, em Estrela, controle de todas as gestantes atendidas pelo SUS, que terão acompanhamento profissional até seus filhos completarem dois anos de idade”, frisa. Segundo ele, o pré-natal é essencial para garantir uma maternidade saudável. “Temos que cuidar bem de nossos filhos”, afirma.
Schneider enaltece a parceria com a Univates, que está tornando possíveis as ações nesta área. Desde que iniciaram as atividades, há cerca de três meses, já foram prestados 500 atendimentos no Centro Materno-infantil.

Texto: Ascom Estrela