Cultura Muçum

Cerca de 30 imagens sacras são restauradas com reforma de capitéis

Imagens passam por processo de restauração e são devolvidas aos capitéis reformados

Eles transcendem uma simples construção de madeira, pedra ou tijolos e tornam-se símbolo do elo entre homem e suas crenças. Pensando nesta relevância, a Administração Municipal, através da Secretaria de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, desenvolve o projeto de reforma dos capitéis do interior. Além da importância cultural e religiosa para os moradores do meio rural, a intenção é fomentar o turismo religioso. Desde abril deste ano, enquanto a secretaria de Obras e Viação se responsabilizava pela reforma das pequenas capelas, foram revitalizadas cerca de 30 imagens sacras que, aos poucos, são devolvidas aos seus lugares.

Cada oratório possui uma motivação, quase sempre com o objetivo de homenagear um ente querido ou agradecer por graça alcançada. Além de fazer parte da paisagem do interior à beira de estradas vicinais, em regiões de predominância italiana, eles agregam valor histórico para as comunidades onde estão inseridos. No entanto, com o êxodo rural, as vezes são esquecidos e acabam em ruínas.

A titular da Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, Jacinta Casagrande, conta que o trabalho iniciara com o levantamento das condições dos capitéis. Em seguida iniciou-se o processo de restauração das imagens presentes no interior destes. O trabalho é coordenado por Jacinta, com a colaboração da coordenadora do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) e estudante de Artes, Luísa Lucca; e as funcionárias, Rafaela Dalmolin Picolli e Bruna Luzzi Brino. “É uma cultura, trazida pelos imigrantes italianos, a qual deve ser preservada, a fim de não deixarmos que nossa cultura se disperse e acabe se perdendo com o tempo”, diz a secretária.

 

Fotos/Créditos: Luís Gustavo Bettinelli
Assessoria de Imprensa de Muçum