Meio Ambiente RS

Certel substituirá lâmpadas e refrigeradores de 98 entidades da região

lajeadoFoi lançada no dia 30 de novembro, em Teutônia e Lajeado, a nova edição do Programa de Eficiência Energética da Certel. Em cumprimento à legislação do Setor Elétrico Brasileiro, o programa, que tem consultoria da empresa AFG Engenharia e Arquitetura, beneficiará 98 instituições públicas e filantrópicas. São 65 escolas (estaduais, municipais e comunitárias), 28 creches (municipais e comunitárias), três hospitais e duas clínicas geriátricas.

Entre os municípios abrangidos estão Barão, Boqueirão do Leão, Capitão, Carlos Barbosa, Forquetinha, Gramado Xavier, Igrejinha, Lajeado, Marques de Souza, Poço das Antas, Pouso Novo, Progresso, Salvador do Sul, Santa Clara do Sul, São Pedro da Serra, Sério, Travesseiro, Westfália e Teutônia. A quantidade de pessoas diretamente beneficiadas, entre estudantes, enfermos e idosos, chega a 20,5 mil.

O programa substituirá lâmpadas de baixa eficiência (incandescentes ou fluorescentes) por modelos LED (Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz), e também trocará os refrigeradores de baixa eficiência por modelos mais eficientes com o selo Procel. Serão substituídos 112 refrigeradores e freezers e instaladas 19.693 lâmpadas.

Na ocasião do lançamento, que, pela manhã, foi realizado no auditório da Certel, em Teutônia, e à tarde, no Jardim Botânico, em Lajeado, o diretor operacional Ernani Aloísio Mallmann observou o propósito de gerar uma melhor consciência quanto ao uso racional da eletricidade. “Além de nos mobilizarmos para oferecer uma energia elétrica cada vez mais confiável, queremos também que o insumo seja aproveitado da melhor forma possível, sem desperdícios. Ganha a instituição, que obterá uma energia ainda mais barata, assim como também o meio ambiente, uma vez que a energia é gerada por meio de recursos naturais”, sinalizou.

O diretor da AFG Engenharia e Arquitetura, Rainer Büneker, frisou que, além de eficientizar as instituições, o programa visa conscientizar a comunidade escolar sobre a importância do tema no dia a dia, para que saibam como e por que utilizar a energia da melhor forma. “Sugerimos a abordagem do tema eficiência energética em sala de aula com os estudantes, em disciplinas como matemática, física, português e geografia”, sustentou.

Fonte: Ass. de Imprensa da Certel
Foto: Samuel Dickel Bünecker/Divulgação