RS Polícia

Cinco homens que atacaram Banco em Bom Retiro do Sul são presos na região Metropolitana

policiaNa manhã da quinta-feira (23), policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais – (1ª DR/DEIC), deflagraram Operação Bird nos municípios de Alvorada, Viamão, Porto Alegre, Guaíba. A ação visa a desarticular organização criminosa responsável por latrocínio contra policiais civis, roubos a instituições bancárias, com emprego de explosivo e outros delitos. Cinco pessoas foram presas, sendo dois presos em flagrante. Na ação, foram apreendidos três revólveres, calibre 38, uma pistola, .40, munições diversas, colete balístico, rádios comunicadores, dois veículos (uma motocicleta e um carro volkswagen gol), explosivos e cerca de 900 metros de cordel detonante.

Segundo os Delegados Joel Henrique Wagner e João Paulo de Abreu, a organização criminosa era uma das mais violentas em atividade no Rio Grande do Sul, responsável por diversos crimes no estado em 2016, e voltariam a praticar novos crimes. Dentre os fatos praticados pela organização criminosa, destacam-se o ataque ao Banco Bradesco, da cidade de Bom Retiro do Sul, ocorrido no dia 01 de outubro de 2016, quando quatro criminosos se utilizaram de explosivos para romper os caixas eletrônicos.

Ainda, outro fato investigado se refere ao ataque a um terminal eletrônico situado na cidade de Eldorado do Sul, na subprefeitura daquele município, ocorrido no dia 20 de outubro de 2016, ocasião em que pelo menos quatro indivíduos se utilizaram de explosivos para romper o caixa eletrônico instalado no local. Em todos os locais houve diversos disparos de arma de fogo, de fuzis e pistolas. Os criminosos expuseram diversas pessoas ao risco de morte, quer pelo emprego dos explosivos, em áreas habitadas, mas também por terem feito pessoas reféns e disparado contra os veículos automotores que passavam pelas vias públicas, asseveraram os delegados.

No dia 01 de novembro do ano passado, na cidade de Arroio dos Ratos, policiais da 1ª DR/DEIC entraram em confronto com a organização criminosa, que na ocasião iniciavam os atos executórios para o roubo com emprego de explosivos contra o Banco do Brasil. Houve confronto com os policiais, tendo um policial restado ferido, assim como alguns dos suspeitos pelos ataques.

Segundo o Del. Sander Cajal, Diretor da Divisão de Investigações Criminais do DEIC, participaram ao todo cerca de 50 policiais da especializada, sendo alvo de buscas 10 imóveis na cidade de Alvorada, Guaíba, Viamão e Porto Alegre. A Polícia Civil ressalta a importância da colaboração da sociedade na elucidação de crimes como o ora investigado. Para tanto, qualquer pessoa poderá se valer dos telefones abaixo elencados, sendo garantido o anonimato.

Disque-denúncia: 0800-510 2828
WhatsApp e Telegram: (51) 98418-7814

Texto: Ascom Polícia Civil