RS RSS Rural - Agricultura Destaques Lajeado

Codevat discute alternativas para a crise da cadeia leiteira

Entidades, lideranças, pesquisadores e produtores do ramo leiteiro estiveram reunidos na Univates (Foto: Artur Dullius)

Entidades, lideranças, pesquisadores e produtores do ramo leiteiro estiveram reunidos na Univates, na tarde desta segunda-feira (19),  para tratar da crise da cadeia leiteira. Sob a coordenação do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), o grupo discutiu os encaminhamentos do cenário regional a serem levados para a reunião estadual, que acontece na quarta-feira, em Porto Alegre.

Durante o debate, o secretário de agricultura do município de Estrela, José Adão Braun, salientou a importância da luta por alternativas imediatas para o endividamento agrícola. Em complemento, Marcos Hinrichsen, representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul, questionou a qualidade do leite importado e disse ter ocorrido “falta de comprometimento com os produtores regionais”. “Precisamos de respostas rápidas. A cada dia novos produtores desistem da produção leiteira pois não encontram mais alternativas financeiras para dar sequência à produção”, afirma.

De acordo com a presidente do Codevat, Cíntia Agostini, é necessário não apenas pensar nas alternativas de recuperação do setor, mas também nas melhores formas de encaminhá-las. “Vamos apresentar números do panorama regional do setor, além de sugerir caminhos para resolver este impasse. Dentre as opções que serão apresentadas estão a importação do leite e a busca de novas alternativas financeiras para os produtores endividados”, resume.

A discussão no Estado

Produtores e autoridades estão mobilizados na pauta de apelo regional. Na última semana, uma reunião entre os produtores e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Westfália e Teutônia foi realizada para tratar sobre a dura realidade da cadeia leiteira. Na sexta, em Forquetinha, o Executivo, em ação em parceria com a Emater, Secretaria da Agricultura e Associação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais da Regional Sindical do Vale Taquari, foi realizada outra reunião.

Arroio do Meio, Capitão, Travesseiro, Estrela, Cruzeiro do Sul e Bom Retiro do Sul já realizaram, desde o final de janeiro, manifestos em favor da declaração de situação de emergência. Nesta segunda-feira, dia 19, além da Univates, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag) as cidades de Ijuí, Casca, Santa Rosa, Estrela e Encantado sediaram reuniões.

Texto: Ascom Univates