Cultura Eventos Colinas

Colinas celebra Agosto Dourado com exposição fotográfica

Ato de amamentar inspirou a exposição fotográfica no Posto de Saúde

Na quinta-feira, dia 8 de agosto, o Posto de Saúde de Colinas inaugurou a exposição fotográfica “Mamães que Amamentam”, em alusão ao Agosto Dourado, mês mundial de apoio e incentivo à amamentação. As imagens estão no saguão da Unidade e a exposição está aberta à comunidade. A partir do contato feito com todas as mães que amamentam, 11 mulheres pousaram para a fotógrafa Angelica Pott mostrando a intimidade deste momento entre mamãe e bebê, com o intuito de motivar o aleitamento materno.

Os índices de amamentação em Colinas vêm crescendo desde 2017. Hoje 88% das crianças até dois anos foram amamentadas, pelo menos, até seis meses de idade, um percentual maior do que a média nacional, que corresponde a 38,6%. Ainda, 13% das crianças a cima dos dois anos de idade seguem sendo amamentadas, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde, índice nunca antes alcançado. Conforme a nutricionista Ana Paula Jasper, a melhora dos dados têm relação com o Projeto Mil Dias, já que a iniciativa começou em 2017 com a reestruturação do grupo de gestantes Bem Gestar.

Mamães e bebês foram fotógrafos para a exposição

“Dentre os benefícios da amamentação estão a garantia à alimentação adequada; prevenção do sobrepeso e obesidade, inclusive na vida adulta; prevenção da Diabetes e Hipertensão arterial; melhora da imunidade, diminuindo a incidência de infecções; menos episódios de doenças respiratórias na infância e menos incidência de cáries. Uma recente pesquisa feita pela UFPEL (Universidade Federal de Pelotas) apontou que crianças que foram amamentadas tem Q.I mais elevado e chance de se posicionar melhor no mercado de trabalho. Os últimos estudos têm mostrado relação entre a falta da amamentação e uso de mamadeira com atrasos na fala, problemas na coluna e hiperatividade”, afirma Ana Paula.

“Amamentar ainda é um grande desafio para as mulheres, seja pela dificuldade, pela falta de informação ou pela falta da apoio da família e da sociedade. Exaltar os benefícios é uma forma de motivar mães e pais a buscarem auxílio para ultrapassar essas barreiras”, ressalta a técnica de enfermagem Eliane Neuhaus, uma das responsáveis pelas ações do Projeto Mil Dias.

 

 

Fotos: Angelica Pott
Assessoria de Imprensa de Colinas