Alimentação Eventos Colinas

Colinas sedia Encontro de Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares

Lídia falou sobre a correta condução das plantas medicinais na horta caseira das famílias

Na tarde desta terça-feira, dia 29 de outubro, aconteceu o Encontro sobre Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares. A atividade foi desenvolvida no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) DE Colinas.

Contemplando o Programa Socioassistencial de Assessoramento, defesa e garantia de direitos com inclusão social e produtiva do escritório municipal da Emater-RS/Ascar, a iniciativa teve o objetivo promover ações de acompanhamento técnico e social na melhoria da qualidade da alimentação das famílias diversificando os meios de produção, organização e comercialização de alimentos, promovendo a geração de renda das famílias.

Estiveram presentes no evento prefeito Sandro Ranieri Herrmann; a nutricionista Ana Jasper, representando a secretária Municipal da Saúde e Assistência Social; Jaqueline Scottá, coordenadora do CRAS; César Burille, supervisor regional da Emater; equipe municipal; vereadores Justines Magagnin e Klaus Driemeier; agricultores familiares; assistidos do programa; e agentes de saúde.

O evento celebra a união destas entidades na implantação do uso de plantas medicinais e de fitoterápicos no Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, no Posto de Saúde, há um horto didático em formato de relógio do corpo humano à disposição de profissionais da saúde e população.

As atividades foram iniciadas pela extensionista rural agropecuária, Lídia Dhein, que apresentou a importância sobre a correta condução das plantas medicinais na horta caseira das famílias. “Uma horta medicinal em casa pode trazer muitos benefícios para sua saúde, além de proporcionar hábitos mais saudáveis, ao evitar o uso de fármacos comuns, ganhamos tempo com a praticidade de ter tudo ao alcance das mãos, criando ainda um espaço verde em casa, trabalhando a mente por meio do envolvimento com a natureza”, explicou.

Foi feita a demonstração prática de podas em plantas medicinais e a produção de mudas, através de sementes e estacas para enraizamento em bandejas, acessível a todas as pessoas. Entre as plantas apresentadas estão a pariparoba, sálvia da gripe, penicilina, tansagem e ora-pro-nóbis.

Em seguida, a extensionista social, Cleide Gutierrez, apresentou as diversas formas de aproveitamento e beneficiamento das plantas medicinais na confecção de tinturas, pomadas, receitas de manteiga e sal temperado. “Como exemplo temos o aproveitamento das plantas mil em rama, guaco, tansagem e calêndula na tintura de plantas medicinais. Através desse processo temos o melhor aproveitamento dos princípios ativos das plantas, mesmo fora do período de sazonalidade”, sustentou.

Para o próximo encontro, agendado para dia 19 de novembro, foi lançado o desafio de cada participante estar munido de uma planta medicinal, falar sobre a mesma e de que forma faz o seu uso, assim como a trocar por outra planta no dia do evento.

 

Fotos: Angélica Pott
Assessoria de Imprensa de Colinas