Segurança Encantado

Comando regional da BM busca apoio da ACI-E para adesão a programa de aparelhamento da segurança pública

Capitão Cícere, Rafael Fontana, tenente-coronel Maya e Victório Alba

O chefe do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Taquari (CRPO-VT), tenente-coronel Luis Marcelo Gonçalves Maya, pediu apoio da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) para que mobilize as empresas da cidade a aderirem ao Programa Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (PISEG).

O encontro com o presidente Rafael Fontana ocorreu na tarde de quarta-feira (16), no Centro Empresarial ACI-E, e foi acompanhado pelo presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública de Encantado (Consepro), Victório Alba, e pelo capitão da Brigada Militar local, Marcos André Cícere.

Conforme Maya, o PISEG possibilita que as empresas destinem até 5% do saldo devedor do ICMS para a aquisição de equipamentos de uso das entidades de segurança pública no combate à criminalidade. De contrapartida, a empresa repassa 10% desse valor para o Fundo Comunitário Pró-Segurança, cujo recurso será utilizado em ações de prevenção voltadas a proteger crianças e adolescentes em condição de vulnerabilidade.

“O PISEG está envolvido num programa maior que é o RS Seguro. São estratégias que o Estado pensou para combater a criminalidade ou mantê-la sob o controle em todas as regiões do Estado. Ele funciona nas regiões do Planalto, Serra, Grande Porto Alegre e Vale dos Sinos. Se nós não aparelharmos as polícias civil e militar do Vale do Taquari, e nos colocarmos numa condição melhor, a tendência é a migração do crime dessas regiões para a nossa. Estamos tentando nos manter, nos próximos anos, em igualdade de condições com as demais regiões do Estado”, argumentou Maya.

Para Fontana, enquanto sociedade organizada, as entidades e a comunidade devem contribuir, na medida do possível, para estruturar serviços e equipamentos para que a Brigada Militar tenha condições de fazer o seu melhor. “A segurança é uma preocupação de todos. A gente precisa dar a nossa contribuição, dentro das possibilidades de cada um, para que se tenha uma cidade e uma região cada vez mais seguras, a fim de que possamos tocar nossos negócios e trabalhar com mais tranquilidade”, comentou o presidente.

Após o encontro ficou acordado que a ACI-E vai contatar empresas para que se reúnam, na próxima semana, em Encantado, com o chefe do CRPO-VT, em busca de mais esclarecimentos sobre o PISEG.

 

Projetos prioritários

Dois projetos da Brigada Militar são considerados prioritários dentro do PISEG. Um é o Força Total, que objetiva o aparelhamento de todas as unidades da BM do Estado com veículos, equipamentos e armas. O outro projeto visa à aquisição de equipamentos e armamentos para uso da Força Tática de Lajeado, cujo efetivo atende todos os municípios do Vale do Taquari.

 

Assessoria de Imprensa
ACI-E