Meio Ambiente Obras Estrela

Começam obras de nova célula de rejeitos na Usina de Lixo

Governo de Estrela investe R$ 286,8 mil na primeira das quatro etapas previstas

Governo de Estrela vai investir mais de R$ 280 mil na primeira etapa de implantação da nova célula

Começaram nesta semana as obras para a implantação de uma nova célula de rejeitos junto à Usina de Tratamento de Lixo (UTL) do município de Estrela. O Governo Municipal, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Saneamento Básico, vai investir R$ 286.898,00 nesta primeira fase, que corresponde a 25% do total da célula, que será feita em quatro etapas. A execução é da empresa Autonomy Empreendimentos Ltda., vencedora de processo licitatório, que tem prazo de 45 dias para a conclusão dos trabalhos.

Conforme o secretário Hilário Eidelwein, que na quarta-feira (24.04) acompanhou os trabalhos, junto com a engenheira ambiental Juliane Görgen, responsável técnica pela UTL, a existente está com sua capacidade esgotada. Nesta primeira etapa, segundo ele, será feita a recomposição dos taludes da célula que já estava parcialmente cavada. Entre outros serviços, estão a compactação do terreno, impermeabilização do solo, drenagem pluvial, colocação de sistema de aspersão e dreno de gás. Para a impermeabilização do solo, segundo ele, será colocada uma geomembrana, que totaliza em 2.777 metros quadrados somente nos primeiros 25% do empreendimento.

Nesta fase, a célula terá 40 metros de comprimento e oito de profundidade. A estimativa é de que tenha uma vida útil de 26 meses. Ao final, quando todas as etapas estiverem concluídas, estima-se uma vida útil de dez anos.

Separação do lixo

O secretário Hilário Eidelwein observa, no entanto, que este período por ser maior, pois os rejeitos são os materiais que não puderam ser aproveitados para reciclagem na Usina de Tratamento de Lixo. “Daí a importância da separação do lixo. Quanto mais a população separar seu lixo, menor será a quantidade de rejeitos, o que aumentará a vida útil da célula”, ressalta.

Neste sentido, ele cita a realização de leilão de materiais recicláveis pelo município, no último dia 16, provenientes da separação na Usina de Tratamento de Lixo. Foram obtidos R$ 169 mil com a venda, entre outros, de 14 mil quilos de lata; 10 mil quilos de embalagens pet brancas; 70 mil quilos de vidro quebrado; 11,5 mil quilos de papel branco; 10,5 mil quilos de embalagens longa vida; 5 mil unidades de vidros de conserva e 15 mil quilos de plástico mole transparente.

 

Texto: Paulo Ricardo Schneider
Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela