RS RSS Obras

Começam obras de recuperação de 548 km de estradas na região de Passo Fundo

Governador José Ivo Sartori autoriza reinício das obras em solenidade no Palácio Piratini (Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini)
Governador José Ivo Sartori autoriza reinício das obras em solenidade no Palácio Piratini (Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini)

O governo do Estado assinou, nesta quarta-feira (30), o início das obras do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) na Região de Passo Fundo. As obras envolvem 32 municípios e contemplam 548,33 quilômetros com investimento de R$ 239.569.009,45 milhões, oriundos do Banco Mundial. O documento foi assinado pelo governador José Ivo Sartori em cerimônia no Palácio Piratini.

O contrato é dividido em dois lotes, Crema Passo Fundo/Cruz Alta, com extensão de 233,19 quilômetros, passando pelas rodovias ERS-142, RSC-153, ERS-223,ERS-332 E BRS-386. O segundo, Crema Passo Fundo/Palmeira das Missões, conta com 315,14 quilômetros nas ERS-129, RSC-153, ERS-324, ERS-404, ERS-406, ERS-463 E ERS-569.

Para Sartori, as obras representam um avanço para o norte gaúcho e propiciam desenvolvimento para o Rio Grande do Sul. “Servirá para o escoamento da produção, melhorias na qualidade de vida e mobilidade das comunidades”, avaliou. O trabalho vai durar cinco anos e trará mais condições de segurança aos usuários das rodovias.

O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, ressaltou que a meta é de entregar ao Estado estradas em ótimas condições. “É fundamental para que ações como estas tenham continuidade, a composição das mudanças apresentadas pelo governo”, afirmou. Ele lembrou que em 2017 haverá Crema Bento Gonçalves e Crema Esteio/Osório. Dos Cremas apresentados em 2016, o Serra apresenta 80% de conclusão e o Erechim 30%.

Responsável pela execução das obras, o Daer executa a recomposição do asfalto das rodovias, para que ele volte às condições normais e ofereça segurança de tráfego, solucionando problemas de sinalização ao longo dos cinco anos do contrato.

Texto: Ascom Estado