Artigos - Geral

“Como falar meus pontos fracos em uma entrevista de Emprego” – por Carolina Sofia

Carol Sofia (Foto: Divulgação)
Carol Sofia (Foto: Divulgação)

Já deve ter passado por uma entrevista de emprego na vida, ou conhece alguém que teve esta experiência e ouviu a pergunta clichê: fale sobre suas principais dificuldades ou pontos que você precisa melhorar. Em toda entrevista de emprego é comum que o entrevistador queira saber quais as coisas que você tem facilidade em fazer e ter a certeza de que não está o enquadrando em algo que não lhe faça bem.

Algumas pessoas têm dificuldade em responder a esta pergunta, pois têm medo de acabar falando algo que soe negativo para si ou que o prejudique. Assim tentam dar a volta e desviar do assunto ou mentem falando de coisas que não são realmente dificuldades, pensando em se proteger. Mentir não é a melhor saída, pois a ideia de fato da pergunta existir é evitar de delegar alguma tarefa ao candidato que lhe cause incômodo, ou mesmo colocá-lo em um cargo indesejável. É importante então a sinceridade e inclusive para melhorar a relação com as futuras lideranças em termos de cobranças profissionais.

O que ocorre na maioria das vezes, também como resposta, é a pessoa acabar dizendo qualidades ao invés de defeitos, por exemplo como: sou muito perfeccionista, ou assumo muitas tarefas e tenho dificuldade em delegar, ou sou teimoso e não desisto. Na verdade, para o entrevistador, estar diante de alguém que tenta transformar sua fraqueza em algo positivo, não mudará a opinião na contratação e, em alguns casos, pode até prejudicar. É importante nesse momento ser franco e demonstrar também humildade em assumir que está trabalhando duro em melhorar.

O que ajuda nisso então? Seja sincero com você mesmo, pense consigo o que realmente você precisa melhorar e busque saber quais são seus principais pontos a desenvolver e como você pensa que pode fazer isso, ou o que faria de forma diferente. Assim você terá claro o que precisa fazer para si, terá facilidade em ser franco apresentando normalidade para falar de si, além de pensar em algo que pode fazer bem para seu crescimento e futuro como profissional. É possível que passando por esta experiência, até tenha histórias de melhorias para contar na hora da entrevista do quanto é capaz de fazer por merecer. Ter maturidade para assumir seus problemas e demonstrar autocrítica, somam pontos importantes em uma entrevista de emprego.

Boa semana!

Carol Sofia é Psicóloga e Especialista em Gestão e Docência de Ensino Superior.