Artigos - Geral

“Competências valorizadas no mercado de trabalho” – por Márcia Sehn

Márcia Sehn (Foto: Divulgação)
Márcia Sehn (Foto: Divulgação)

Quais são as competências necessárias para ser selecionado pelas empresas? Esta é uma pergunta comum dos profissionais que estão em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho.

Cada empresa tem seu próprio perfil, que pode variar de acordo suas necessidades e as mudanças do mercado. Portanto, para se tornar um profissional bem-sucedido é preciso se desenvolver de maneira completa, adquirindo tanto competências técnicas, quanto comportamentais.

As competências técnicas são aquelas obtidas com a faculdade, cursos, treinamentos, palestras, congressos, livros, entre outras fontes de conhecimento. Já as competências comportamentais são adquiridas por meio do autoconhecimento, ou seja a compreensão e domínio sobre suas próprias habilidades, capacidades, oportunidades de melhoria e potencialidades.

De modo geral, existem características profissionais que são valorizadas pelo mercado, independente da área de atuação, que são essenciais para alcance do sucesso em sua carreira. Entre elas está:

Negociação: ouvir/se interessar pelo ponto de vista do outro; se preparar (procure estudar a outra parte, coloque-se no lugar dela); não expor/constranger a outra parte e ter uma alternativa em mente (ser mais flexível irá aumentar as suas chances de concluir a negociação mais rápido).

Trabalho em equipe: Esteja aberto a compartilhar seus conhecimentos, a ouvir e aprender com os colegas e superiores. Não seja individualista, colabore e esteja disposto a dividir o sucesso dos projetos realizados em conjunto.

Planejamento: Cumpra os prazos estabelecidos; seja pontual em reuniões/compromissos de trabalho; registre as suas tarefas em uma agenda, aplicativo ou planilha, isso irá garantir que você não perca prazos importantes); ter bom senso nas conversas paralelas durante o expediente (aqui entram também as mensagens no celular e alertas de redes sociais); saber distinguir – no dia a dia – o que é urgente do que é importante e subestimar o tempo necessário para executar uma atividade ou projeto.

Adaptabilidade: Ser aberto a novo métodos de trabalho e desafios que o mercado possa proporcionar é uma característica de extremo valor para as empresas, já que pessoas que têm problemas de adaptação podem mostrar-se resistente à mudanças. As mudanças acontecem rápido e acompanhá-las é preciso para manter os resultados satisfatórios.

Boa semana para todos!!

Marcia Sehn – Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós-Graduada em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas