Encantado RSS Eventos Destaques

Comportamento humano é tema de Wokshop musical

(Foto: Gisele A. Feraboli)
A coach, terapeuta, consultora, palestrante e assessora de empresas, Sônia Mara do Nascimento, falou de sentimentos, do poder das palavras e do autoconhecimento (Foto: Gisele A. Feraboli)

O Auditório Itália do Centro Administrativo Municipal de Encantado ficou lotado durante o Workshop Musical “Seu Tom, seu som, seu eco” ocorrido na noite de terça-feira (25). A programação realizada através de uma parceria entre a SM Consultoria e Treinamento de Coch e a Secretaria Municipal da Juventude, Desporto e Turismo com a parceria da Aci-e e da CDL, apoio Imobiliária Sandri, Hotel Rizzi e Possebon Jóias teve por objetivo inspirar, provocar vibrações, mudanças e ações relacionando situações do comportamento humano com a música.

O workshop contou com a presença de três palestrantes. A coach, terapeuta, consultora, palestrante e assessora de empresas, Sônia Mara do Nascimento, falou de sentimentos, do poder das palavras e do autoconhecimento. “Aquietar a nossa mente é um grande desafio e precisamos treinar isso. Precisamos parar um pouco de olhar ao redor e olhar para dentro da gente. Como eu me relaciono com as pessoas? E como as coisas que acontecem transformamos em experiência?”

A especialista em Design de Moda, consultora e coaching de imagem, Márcia Nascente, abordou “o segredo para uma imagem de sucesso” enfatizando a importância da adequação na vestimenta para cada ocasião. “A primeira impressão que temos da outra pessoa acontece nos primeiros 30 segundos”, salienta. Segundo Márcia, a forma de se vestir deve ser inteligente e planejada, principalmente no trabalho em que o cuidado com a imagem é fundamental.

O consultor organizacional, conferencista nacional e internacional, especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e especializado em Preparação Psicológica de Equipes de Alto Rendimento, Eduardo Shinyashiki, falou de como vencer desafios e construir o futuro. “Temos que fazer o diferente. Dar atenção para as pessoas. Parar para ouvi-las verdadeiramente fazendo com que se sintam especiais”, disse. Shinyashiki destacou ainda: “Começe a se interessar por gente. As pessoas hoje querem se sentir especiais e buscam soluções para a vida delas. O ponto é: não é quanto tempo você tem, mas o que você vai fazer com o tempo que você tem”, enfatizou.

Texto: Ascom Encantado