Artigos - Saúde e Prevenção

Comportamentos inseguros no ambiente de trabalho

O projeto Saúde-Se, desenvolvido pelo Núcleo Saúde do Vale, da Associação Comercial e Industrial de Encantado (ACI-E) trata, nesta semana, sobre o tema Comportamentos inseguros no ambiente de trabalho. A nucleada convidada é Itamony Padilha, técnica em Segurança do Trabalho, bombeira civil e estudante de Engenharia de Produção.

Costumamos abordar o assunto Segurança do Trabalho sempre informando os deveres do empregador, porém pouco se fala nas obrigações do trabalhador, nos comportamentos inseguros. O trabalhador é a ferramenta mais importante na conscientização de um ambiente seguro. De nada adianta o empregador investir valores elevados para a compra de EPIS (equipamento de proteção individual), EPC (equipamento de proteção coletiva), investir em treinamentos, adequação de maquinários conforme a legislação pede, se o colaborador não fizer a sua parte,
que digamos de passagem, é o nosso protagonista dentro das empresas.

Agora vamos falar em algumas situações de comportamentos inseguros e refletir se dentro do nosso ambiente de trabalho isso corre com frequência:

• Não ter atenção ao desenvolver uma atividade;
• Burlar a segurança de uma máquina para aumentar a produção, ou por simplesmente achar
que “aquilo” (dispositivo de segurança) está lhe atrapalhando;
• Não utilizar ou usar de forma incorreta os EPI’s, um exemplo muito comum é achar que o
joelho tem ouvido e manter o fone tipo abafador no joelho;
• Remover proteções de máquinas;
• Utilizar ferramentas gastas, por exemplo, disco de corte;
• Improvisar montagem de andaimes, escadas ou ferramentas em geral;
• Operar máquinas sem autorização ou, ainda, sem treinamento para esses equipamentos,
como empilhadeira e trator;
• Realizar o transporte de carga acima da capacidade;
• Levantar peso de forma errada, sem nenhuma forma de ergonomia;
• Ver uma mancha de óleo no chão e não comunicar a segurança para isolar o local até que
seja realizada a higienização;

Então, você leu bastante itens que você realiza em seus ambientes de trabalho? Muitos que estão lendo isso realizam estes comportamentos inseguros, muitas vezes, inconscientemente, só por questão de cair na rotina. Nós trabalhadores entramos no ritmo diário e esquecemos do bem mais valioso que temos, que é nossa vida. Estes comportamentos levam a acidentes de trabalho e a acidentes de trajeto. Se surgir uma dúvida fale com seu supervisor de segurança, converse com ele, essa pessoa está ali para servir a você trabalhador, ele é o anjo da guarda dentro das empresas.

Se você ver algum colega desenvolvendo um procedimento que não for seguro, converse com ele, explique qual a forma correta que deve ser realizada a operação. O comportamento seguro só depende de nós trabalhadores. Daqui para frente siga os procedimentos seguros no seu dia a dia e retorne para sua casa em segurança.

Itamony Padilha – Técnica em Segurança do Trabalho, Bombeira civil e Estudante de Engenharia de Produção