Trânsito RS RSS Lajeado

Comunidade comemora mudanças no trânsito na RST-453 no bairro Floresta

Maria Helena Saenger, 31 anos, que reside às margens da RST-45 disse que se sentia insegura com o fluxo de veículos (Foto: Pietra Darde)

As obras de reversão ao traçado original na RST-453, entre Lajeado a Venâncio Aires, foram concluídas. A instalação da terceira pista e a remoção do acostamento na via, que haviam sido realizadas há cerca de dois meses pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), no bairro Floresta, haviam causado preocupação aos moradores e empresários do bairro. Desde as obras, havia dificuldades para conversões e para o acesso às empresas e às moradias. Com as reclamações dos moradores e comerciantes próximos do local, e após reuniões com a EGR e Prefeitura de Lajeado, a empresa atendeu às solicitações de mudança e retomou a antiga sinalização, que consiste em duas pistas e acostamento de ambos os lados.

No início de dezembro, moradores, empresários, o prefeito Marcelo Caumo e o coordenador Isidoro Fornari Neto se reuniram para falar sobre as mudanças. No dia 12/12, houve uma reunião na sede da EGR, em Porto Alegre, com o presidente Nelson Lidio Nunes, que enviou uma equipe técnica a Lajeado para reavaliar as mudanças. No dia 18/12, os engenheiros civis da empresa avaliaram as condições da via e ouviram as sugestões, quando foram apresentadas as demandas. Na semana passada, os tachões foram removidos, e a empresa realizou a nova pintura na pavimentação, dando fim à terceira faixa e definido a volta do acostamento.

Desde então, os moradores do bairro Floresta se sentem mais seguros. Maria Helena Saenger, 31 anos, que reside às margens da RST-453 e é mãe de dois filhos pequenos, disse que se sentia insegura com o fluxo de veículos próximo a sua casa e em razão da falta do acostamento. “Estava muito perigoso, tanto para a travessia das crianças que vão para a escola, quanto para a entrada dos veículos nas empresas. Desde que voltou ao normal, estamos mais tranquilos”, conta Maria.

Segundo Fornari, a mudança foi possível foi graças ao envolvimento de todos. “A EGR sempre esteve disposta para nos receber. Estamos muito contentes com a mudança, que traz tranquilidade e mais segurança para os moradores da localidade”, conta. O trecho que sofreu alterações corresponde aproximadamente a 2 quilômetros de extensão. De acordo com Fornari, a próxima etapa do projeto será a construção de recuos nas paradas de ônibus.

Texto: Ascom Lajeado