Cultura Eventos Destaques Muçum

Concurso Meu Jardim Mais Bonito avaliou mais de sessenta jardins

Participantes receberam as juradas para avaliação.

A avaliação dos 66 jardins participantes do concurso Meu Jardim Mais Bonito, ocorreu entre a segunda-feira (07) e o dia de ontem. O concurso, que foi realizado pela primeira vez em 2018, no interior do município, visa valorizar o trabalho dos moradores em torno de seus jardins, divulgar o turismo e despertar a consciência ecológica. Assim como na primeira edição, são considerados itens como criatividade, ocupação de espaço, organização e cuidados, tanto dos canteiros como do gramado, além de aspectos como o descarte correto de dejetos, principalmente de materiais recicláveis.

As avaliadoras foram a proprietária da Floricultura Cia do Jardim, de Encantado, Ediana Sangalli; e a professora da UERGS de Encantado e Coordenadora da APL (Arranjos Produtivos Locais) das Agroindústrias Familiares do Vale do Taquari, Eliane M. Kolchinski. A realização da Administração Municipal, por meio das secretarias de Meio Ambiente e de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, em parceria com a Emater/RS-Ascar, dará aos melhores colocados a seguinte premiação: 1º lugar, um televisor; 2º lugar, um forno elétrico; 3º lugar, um liquidificador; 4º lugar, um ventilador; 5º lugar, uma chaleira elétrica; 6º lugar, uma cafeteira; 7º lugar, uma sanduicheira; 8º lugar, um secador de cabelo.

Conforme a pasta de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, em data a ser definida, os responsáveis pelos jardins participantes serão contemplados com visitação técnica a um orquidário, na cidade de Caxias do Sul. A divulgação dos vencedores ocorre em novembro, em dia, horário e local que também aguardam definição. “Desde a primeira edição tivemos avaliação positiva dos moradores, que, a partir do concurso, sentem-se valorizados. Percebemos que os jardins estão mais organizados e esperamos que assim eles permaneçam, independente do concurso”, comenta a secretária de Ação social, Cultura, Turismo e Desporto, Jacinta Casagrande.

 

Créditos: Bruna Luzzi Brino
Assessoria de Imprensa de Muçum