RS RSS Rural - Agricultura Mato Leitão

Condomínio: assinado o contrato para liberar recursos

O condomínio terá oito pavilhões com capacidade para alojar 275 mil aves/lote (Foto: Divulgação)

Mais uma etapa no projeto de implantação do Condomínio Avícola Mato Leitão está concretizada. Os associados assinaram o contrato para liberação do financiamento para construção dos prédios em Sampaio Baixo. Os frangos produzidos na unidade local abastecerão o frigorífico da Dália Alimentos.

O investimento gira em torno de R$ 7,5 milhões, sendo viabilizada através da linha de crédito do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). Além de Mato Leitão, terão unidades os municípios de Encantado (2 áreas), Anta Gorda, Marques de Souza, Mato Leitão, Venâncio Aires, Vespasiano Corrêa e Cruzeiro do Sul.

A assinatura da documentação ocorreu durante reunião em 26 de outubro, na sede da Câmara de Vereadores com a presença dos associados, prefeito Carlos Alberto Bohn e o presidente do Conselho de Administração da Dália, Gilberto Antônio Piccinini, e equipe do Sicredi. O condomínio Mato Leitão é o terceiro a assinar contrato de financiamento para construção da estrutura. Antes, confirmaram adesão Encantado e Vespasiano Corrêa.

“Município e produtores estão acreditando neste projeto que é muito importante para o desenvolvimento de Mato Leitão. Nossa equipe (prefeitura) trabalhou muito para deixar a área pronta”, afirmou Bohn. Os serviços de terraplenagem da área, executados pela Secretaria de Obras, estão concluídos.

O condomínio terá oito pavilhões com capacidade para alojar 275 mil aves/lote.

Piccinini, por sua vez, destacou que o ato é um fato histórico. “Participar deste projeto não é pouca coisa. Tudo está sendo muito bem planejado e o frango que sairá dos condomínios já tem mercado garantido”, disse.

Incubatório:

Mato Leitão terá dois empreendimentos no Projeto Avícola. Além do condomínio de terminação de frangos, o Município será sede do Incubatório que produzirá 1,2 milhão de pintos/mês, com investimento de R$ 12 milhões.

Saiba Mais:

Sampaio Baixo

A Prefeitura adquiriu por R$ 442 mil a área de 10,4 hectares onde será construído o condomínio avícola. O poder público realizou também os serviços de preparação do terreno.

Texto: Ascom Mato Leitão