Saúde RSS Estrela

Conferência Municipal de Assistência Social fortalece direitos

Alunos da Apae realizaram apresentação na abertura da conferência (Foto: Rodrigo Angeli)
Alunos da Apae realizaram apresentação na abertura da conferência (Foto: Rodrigo Angeli)

A Câmara de Vereadores foi palco, desde as primeiras horas da quinta-feira (06), da XI Conferência Municipal de Assistência Social de Estrela. Dezenas de pessoas da comunidade e representantes dos mais diversos setores se viram envolvidos na discussão do tema “Garantia de direitos no fortalecimento do SUAS (Sistema Único de Assistência Social)” e os demais temas e propostas do evento, organizado pelo Governo de Estrela, por meio do Conselho de Assistência Social e Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth).

Na abertura do evento, alunos da Apae realizaram uma apresentação, que emocionou aos presentes. O secretário da Sedesth, José Itamar Alves, foi o primeiro a falar ao público. “É um trabalho que está trazendo frutos. Valorizar a família, trabalhar a inclusão social e outras medidas neste sentido fazem as diferenças ficarem para trás, pois a integração vai proporcionando a paz, a felicidade.” O vereador Marco Wermann, representante do Poder Legislativo no evento, comentou. “Políticas públicas são importantes, mas devem ser tratadas como políticas públicas de verdade. Principalmente as que trabalhem a questão do emprego, pois se não há emprego a assistência social precisar ser um braço muito maior para atender aos mais prejudicados, principalmente os mais jovens e pobres.”

O vice-prefeito, Valmor Griebeler, agradeceu aos profissionais que se dedicam à área e concluiu. “São importantes por fazerem um algo a mais por pessoas especiais e que tornam a nossa cidade mais especial também. É importante estarmos engajados nesta rede e para tanto é necessário também sempre uma boa gestão dos recursos públicos.” Representando a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos estava Nélio José Vuaden, Delegado Regional do Trabalho e Ação Social. “Ficamos felizes em vermos pessoas engajadas em torno de propósitos tão importantes para a nossa sociedade.”

Trabalhos

A comissão organizadora da XI Conferência foi formada por Keli Altmann, Tânia Stein, Anelise Hausmann e Marli Hauschild. Além de reafirmar o papel da assistência social como política garantidora de direitos e da necessidade de dar visibilidade a esta contribuição para a sociedade, o tema da Conferência trouxe os usuários para o centro do debate, pois esteve aberto à população. Inclusive, o regimento foi colocado em votação entre os presentes e não teve objeções. Uma palestra com a assistente social e conselheira do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS/RS), Ana Lúcia da Silva Magalhães também foi realizada ainda na parte da manhã.

Para favorecer os debates, foram organizados quatro eixos: a proteção social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais; gestão democrática e controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS; acessos às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantia de direitos socioassistenciais, e ainda a legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e responsabilidades do entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

Delegados

À tarde os trabalhos reabriram com apresentação do Coral do Gracie. Depois ocorreram as atividades nos grupos temáticos e elaboração das propostas nos quatro eixos apresentados. A plenária final seguiu com a eleição de delegados. Marli Teresinha Hauschild foi eleita a delegada titular do Órgão Governamental (gestor), e Karina Pereira da Costa a suplente. Da Sociedade Civil, Tânia Stein foi eleita como titular e Sônia Moraes a suplente.

Texto: Ascom Estrela