Solidariedade RS RSS Estrela

Cooperativa Escolar de Estrela arrecada brinquedos

Ação coletiva foi uma iniciativa da Cooperpin (Foto: Divulgação)

Um dia de integração, realizado na última semana no Distrito da Delfina, marcou o fim da gestão 2018 do Programa Cooperativas Escolares da Região Sicredi Ouro Branco RS. Mas o evento não cessou as atividades dos alunos envolvidos nos diversos projetos. Em Estrela, a Cooperpin, formada por alunos da Escola de Ensino Fundamental (Emef) Pinheiros, uma das três novas que surgiram no início da temporada, realizaram ação social para marcar com sucesso o primeiro ano de atividades, que tem entre seus conceitos preza a valorização coletiva e humana.

Formada hoje por 39 alunos-sócios, a Cooperpin tem, como as outras cooperativas, um produto foco. O primeiro da unidade da Emef Pinheiros são sachês de chá. Mas este não esteve envolvido na causa da ação, e sim brinquedos. Os integrantes promoveram, ao longo dos últimos dias, entre todos os estudantes da escola, uma campanha de arrecadação de brinquedos novos e usados. Nesta quinta-feira (13), o montante arrecadado foi repassado à Pastoral do Batismo da Paróquia São Cristóvão, no Bairro Boa União, que doou os brinquedos às famílias visitadas. A presidente da Cooperpin, Isadora Kahmann Zuege (12) resume o ano e a ação. “O mais legal das cooperativas é ver o esforço de todos para o bem maior e geral”, diz. “Já a ação dos brinquedos foi um exemplo disto, onde muitos participaram e vão fazer a alegria de muitos outros”, resume.

Em Estrela, a cooperação entre a Sicredi Ouro Branco e o governo local, através da Secretaria Municipal da Educação, fechou dois anos. Movimenta atualmente oito cooperativas, cinco remanescentes da temporada passada e outras que surgiram em 2018. Participaram em 2017 e seguem este ano as unidades das Escolas de Ensino Fundamental (Emefs) Pedro Jorge Schmidt, Cônego Sereno Hugo Wolkmer e Arnaldo José Diel; e as privadas dos colégios Martin Luther e Santo Antônio. Passaram também a participar os alunos das escolas municipais Pinheiros, Leo Joas e José Bonifácio.

Saiba Mais

A iniciativa visa a criação de associações de estudantes. Estas têm finalidade educativa, nas quais alunos são incentivados a desenvolver atividades econômicas, sociais e culturais em benefício dos jovens associados. Também trabalham a formação de futuros líderes, gestores, empreendedores e cidadãos. Através destas organizações os estudantes vivenciam princípios do cooperativismo, participam do desenvolvimento de projetos, oficinas e trabalham disciplinas como gestão, educação financeira, cooperativismo e outras. A adesão das escolas é voluntária e as cooperativas devem ser formadas somente por alunos. Estes terão suporte pedagógico para a implantação e desenvolvimento do programa e um professor-orientador.

Texto: Ascom Estrela