Habitação RS RSS Lajeado

Correios iniciam entrega das guias de IPTU em Lajeado


A previsão é de que a entrega esteja concluída até o dia 08 de fevereiro (Foto: Reprodução/Google)

A entrega das guias de IPTU de Lajeado começou a ser feita nesta segunda-feira, dia 28/01. A entrega segue o cronograma dos Correios, e a previsão é de que a entrega esteja concluída até o dia 08/02, duas semanas antes da data limite (que é o dia 22/02) para se obter o desconto máximo de 15%.

As guias também já estão disponíveis desde o dia 03/01 para retirada online no site da Prefeitura, e são uma alternativa para quem não quer aguardar o recebimento pelos Correios ou para contribuintes que residam em áreas em que não exista entrega domiciliar de correspondência.

A orientação é que os contribuintes não procurem a Secretaria da Fazenda para retirada das guias neste momento.

Confira as datas e os descontos:

Data do pagamento

Desconto

Até 22/02/2019

15% de desconto (cota única)

Até 22/03/2019

7,5% de desconto (cota única)

Até 22/04/2019

Sem desconto (valor integral em cota única)

Após 22/04/2019

Parcelado em até 8 vezes (parcela mínima de R$ 50), com correção de valores, com vencimento da primeira parcela em 10/05/2019

Até 22/02/2019

15% de desconto (cota única)

Até 22/03/2019

7,5% de desconto (cota única)

Até 22/04/2019

Sem desconto (valor integral em cota única)

Após 22/04/2019

Parcelado em até 8 vezes (parcela mínima de R$ 50), com correção de valores, com vencimento da primeira parcela em 10/05/2019

O pagamento deve ser feito no Banco do Brasil, Banrisul, Caixa Econômica Federal, Sicredi ou agências lotéricas.

Saiba mais

O que é o IPTU:

– O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um imposto municipal previsto na Constituição Federal

– É pago por pessoas físicas ou jurídicas que tenham propriedade, domínio ou posse de propriedade na área urbana de um município

– Junto com o IPTU é cobrado taxas de Coleta de Lixo, Limpeza Pública e Conservação de Vias.

– Ao menos 30% dos recursos do IPTU são investidos obrigatoriamente em Educação e 15% em Saúde

Texto: Ascom Lajeado