Coronavírus Saúde Mato Leitão

COVID-19: primeira etapa com testes negativos

Duas equipes de profissionais da Secretaria de Saúde realizaram no domingo (2 de agosto) a primeira etapa da pesquisa para identificar a progressão de coronavírus (Covid-19). O trabalho ocorreu nos 14 municípios do Vale do Rio Pardo com a aplicação de cerca de 1.000 testes rápidos simultaneamente.

Em Mato Leitão foram aplicados 13 testes moradores do perímetro urbano e interior, escolhidos através de sorteio. A enfermeira Kátia Cristine Heinen confirmou que todos os testes apresentaram resultado negativo.

Essa primeira foi a primeira de quatro etapas que compõem o estudo encomendado pelo Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale), em parceria com a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e apoio da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo e da empresa Philip Morris Brasil.

 

PESQUISA

O estudo terá quatro etapas de realização de testes a cada duas semanas. A previsão é de que a última ocorra nos dias 12 e 13 de setembro. As atividades são realizadas sempre durante os finais de semana, entre 8 e 18 horas.

A abordagem é aleatória, de acordo com os dados do IBGE, apontando os bairros, ruas e casas onde os testes serão realizados. Para o teste é coletada uma gota de sangue retirada da ponta do dedo da pessoa sorteada. Os entrevistadores também fazem perguntas a respeito dos hábitos de distanciamento social e questões epidemiológicas.

No primeiro final de semana, estiveram envolvidos 22 professores e mestrandos da Unisc, 27 estudantes de cursos da área da Saúde da Unisc e 170 servidores dos municípios.

 

 

Assessoria de Imprensa de Mato Leitão